16/2/17 18:47
Atualizado em 17/2/17 às 12:25

Área pública invadida no Lago Norte é recuperada

No Taquari, equipes do governo removeram contêineres e construções recém-iniciadas. Local pertence à Terracap e já é destinado a empreendimento imobiliário

Algumas estruturas eram contêineres, equipamentos de alto custo e de rápida instalação. Foto: Algumas estruturas eram contêineres, equipamentos de alto custo e de rápida instalação.
Algumas estruturas eram contêineres e equipamentos de alto custo e de rápida instalação. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

O governo de Brasília recuperou 105,6 mil metros quadrados, e não 105,6 metros quadrados como informado anteriormente

O governo de Brasília recuperou 105,6 mil metros quadrados de área pública no Taquari, no Lago Norte, nesta quinta-feira (16). As construções ocupavam um terreno pertencente à Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), que já é destinado a empreendimento imobiliário. A operação foi feita por uma equipe do Comitê de Governança do Território, que atua com rapidez em construções recém-iniciadas e não habitadas.

O local é bem valorizado e fica próximo a uma futura ponte no Lago Norte. Algumas estruturas eram contêineres e material de alto custo e de rápida instalação. “O mesmo empenho que este governo tem neste tipo de ação no Sol Nascente terá em qualquer lugar, inclusive no Lago Norte”, reforça a diretora-presidente da Agência de Fiscalização do DF, Bruna Pinheiro. “Terra pública precisa ser protegida.”

Segundo ela, o trabalho foi feito para que a ocupação não evolua. Por isso, caso ocorram novas invasões, a operação será retomada. De acordo com a Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF), a ação está respaldada por sentença da Vara do Meio Ambiente, do Tribunal de Justiça do DF e dos Territórios, que nega pedido anterior de interrupção das demolições.

Edição: Marina Mercante

Galeria de Fotos

Área pública invadida no Lago Norte é recuperada