22/7/11 3:00
Atualizado em 22/7/11 às 3:00

Mais 15 famílias são reassentadas

Pessoas que moravam em área de risco recebem chaves de imóveis no Núcleo Rural Monjolo, no Recanto das Emas

Adasa

O Programa Brasília Sustentável, coordenado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa), entregou nesta quinta-feira (21) o termo de ocupação provisória e a chave de mais 15 casas no Núcleo Rural Monjolo, Recanto das Emas, para famílias que moravam em áreas de risco na Cidade Estrutural. Desde o início do projeto, mais de 300 famílias já foram retiradas da Estrutural e reassentadas em outras áreas com o intuito de assegurar a qualidade dos recursos hídricos do DF e a gestão sustentável do espaço urbano.

Representantes da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Distrito Federal e da Adasa fizeram a entrega das casas em chácaras medindo de dois a seis hectares e com toda a infraestrutura.  Além disso, órgãos parceiros como Terracap, Sedest, Sudesa, Emater, Caesb e CEB estão apoiando o processo de adaptação das famílias na nova moradia e o desenvolvimento de ações, treinamentos e assistência técnica para os moradores.

Até o final do mês de agosto, mais 25 famílias serão removidas da área do antigo lixão e de áreas de proteção ambiental, onde a ocupação prejudica a qualidade da água e reduz as zonas de infiltração do solo. Das 75 famílias cadastradas para ocupar o Núcleo Rural Monjolo, 46 já foram transferidas e vêm recebendo o apoio necessário dos diversos órgãos do Governo do Distrito Federal para o início de suas atividades rurais.