27/3/14 12:05
Atualizado em 17/5/16 às 14:55

Samambaia recebeu R$ 137 milhões em investimentos em apenas dois anos

Recursos foram aplicados em asfalto, construção de ciclovias e de equipamentos esportivos entre outras obras


. Foto:Mariana Raphael/Arquivo

BRASÍLIA (27/3/14) – Samambaia, que receberá as ações do programa “GDF Junto de Você” nos dias 28, 29 e 30 de março, passa por um período de grandes investimentos governamentais. Somando as obras concluídas em 2013 e as em andamento este ano, são mais de R$ 137 milhões revertidos em melhorias na infraestrutura.

 

No ano passado, mais de 10 conjuntos de obras foram finalizados, incluindo construção de ciclovia, oito quadras poliesportivas, passarela, 28 Pontos de Encontro Comunitário (PECs, academias a céu aberto), estacionamento, pavimentação asfáltica, manutenção na rede pluvial e reforma no estádio regional.

 

Além disso, foram concluídas a construção da Escola Classe 108, da subestação de energia, do 37º Grupamento de Bombeiros, de 120 mil metros quadrados de calçadas com acessibilidade e de 14 baias de ônibus no terminal rodoviário.

 

Até o fim do ano passado, a iluminação pública recebeu R$ 10 milhões em investimentos.

 

Outras obras estão em andamento e devem ser concluídas ainda este ano. Entre as construções mais importantes estão 28 creches, das quais oito têm inauguração prevista para maio, a rede de esgoto do Residencial Oeste, o Complexo Cultural Samambaia e mais cinco PECs.

 

INDICADORES – Os investimentos visam garantir a melhoria constante da infraestrutura da cidade. Desde 2011, alguns indicadores mostram que Samambaia viu resultados nesse quesito.

 

A rede geral de esgotamento sanitário, por exemplo, que atendia 95,02% dos domicílios, passou a abranger 97,09%, de acordo com a última Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD), divulgada pela Codeplan no ano passado.

 

A mesma pesquisa mostra que a coleta de lixo passou a atender a totalidade da cidade, ante um índice de 99,82% em 2011.

 

O acesso a ruas asfaltadas, calçadas, meio-fio, iluminação pública e rede de água pluvial cobre, em percentuais, entre 97% e 99% dos domicílios.

 

A população da cidade foi estimada em 220.806 habitantes em 2013.

 

(B.F./M.D*.)