8/5/15 16:52
Atualizado em 8/5/15 às 16:52

Cadastramento inédito de entidades da sociedade civil

Qualquer grupo, regularizado ou não, poderá se registrar. Formulários estarão disponíveis na segunda-feira


. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Pela primeira vez, o governo de Brasília vai mapear as entidades da sociedade civil que atuam na capital. A partir de segunda-feira (11), um formulário estará disponível para preenchimento nas administrações regionais e no site da Secretaria de Relações Institucionais e Sociais. A ideia é fortalecer a relação entre movimentos sociais e o Executivo.

A pasta estima que existam em Brasília cerca de 20 mil entidades. Qualquer uma poderá se cadastrar. Para isso, é preciso preencher informações como nome, número do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), área regional de atendimento e dados dos dirigentes.

É por meio da catalogação que o Executivo conseguirá identificar grupos não regularizados. “Há entidades que, por exemplo, deixam de receber alguma parcela de um convênio porque não têm uma prestação de contas. Vamos ajudá-los nesses procedimentos de regularização”, explica o subsecretário de Movimentos Sociais e Participação Popular, da Secretaria de Relações Institucionais e Sociais, Acilino Ribeiro.

Na quinta-feira (7), a pasta se reuniu com dirigentes de movimentos sociais e representantes das administrações regionais para explicar o funcionamento do cadastro. O governo pretende fazer o primeiro balanço do registro 90 dias depois de liberar as fichas para a sociedade. No entanto, os formulários ficarão disponíveis permanentemente.