7/7/15 23:26
Atualizado em 7/7/15 às 23:26

Secretaria recorre de decisão que suspendeu contrato para escolha de conselheiros tutelares

Etapas seguintes do processo ficam adiadas até nova determinação do Tribunal de Contas do Distrito Federal

A Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude entrou com recurso contra a decisão do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) de suspender, temporariamente, o contrato para selecionar e eleger os conselheiros tutelares do quadriênio 2016-2019. De acordo com a secretaria, as próximas informações referentes ao processo serão divulgadas em uma página do site da Fundação Getulio Vargas, em data ainda não definida.

Até nova decisão do tribunal, ficam adiadas a divulgação do gabarito da prova, ocorrida domingo (5), e da relação dos aprovados, que deveria sair até sexta-feira (10). Também estão prorrogadas as outras fases, como a análise de documentos, a eleição e o curso de formação dos habilitados.

Com base em denúncia apresentada pelo Ministério Público de Contas, o TCDF investiga a ocorrência de possíveis irregularidades na contratação direta — com dispensa de licitação — da Fundação Getulio Vargas para a realização do processo.