21/7/15 17:14
Atualizado em 21/7/15 às 17:14

Casamento civil vai unir cem casais pelo projeto Alma Gêmea

O número de interessados foi o dobro da última edição. Cerimônia comunitária é destinada a pessoas de baixa renda

As inscrições para o casamento civil comunitário do 12º projeto Alma Gêmea terminaram ontem (20) com o registro de cem casais. A maior parte dos inscritos, 23 duplas, é de moradores de Ceilândia. Outras duas regiões administrativas com mais adesão são o Recanto das Emas, com 15 pares, e Samambaia, com nove interessados. A última edição, em maio, uniu 52 noivos.

Idealizado pela Secretaria de Justiça e Cidadania, por meio da Subsecretaria de Políticas para a Justiça e Cidadania, o programa é destinado a casais de baixa renda e tem como objetivo incentivar o casamento e ampliar as garantias dos direitos patrimoniais, sucessórios e previdenciários da família.

Por meio de parcerias com a iniciativa privada, a pasta subsidia a cerimônia civil e as taxas de cartório, além de cabelo e maquiagem para as noivas. O evento está previsto para ocorrer entre o fim de outubro e o início de novembro.