12/9/15 0:34
Atualizado em 12/9/15 à 0:34

Centro de Excelência do Cerrado é inaugurado no Jardim Botânico

Espaço se destina à pesquisa e à preservação do bioma. Governador participa da solenidade. Até domingo, haverá diversas atrações para o público


O governador Rodrigo Rollemberg descerrou a placa de inauguração do centro com o secretário do Meio Ambiente, André Lima, e o deputado distrital Joe Valle (PDT)
O governador Rodrigo Rollemberg descerrou a placa de inauguração do centro com o secretário do Meio Ambiente, André Lima, e o deputado distrital Joe Valle (PDT). Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

O dia repleto de atividades culturais marcou a inauguração do Centro de Excelência do Cerrado, no Jardim Botânico de Brasília, nesta sexta-feira (11). O espaço, de 1.622 metros quadrados, tem salas para estudos científicos sobre conservação, preservação e valorização do bioma típico do Centro-Oeste, além de áreas para seminários, exposições e reuniões.

A solenidade oficial ocorreu após um sarau promovido por poetas locais, como Nicolas Behr e Bic Prado. O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, compareceu à cerimônia, na qual estavam presentes cerca de 70 pessoas. “Aqui é um espaço de educação ambiental, de mobilização, de conscientização, de virada de consciência para que possamos perceber a importância, a preciosidade do que significa o Cerrado para o nosso Brasil”, enfatizou Rollemberg.

Até o domingo (13), quem comparecer ao local poderá participar das atividades da Virada do Cerrado. No evento, são desenvolvidas diversas ações de mobilização social, de responsabilidade socioambiental e de entretenimento para celebrar a Semana do Cerrado. 

Fotografias
Na entrada do centro, os visitantes podem ver a mostra fotográfica de plantas e de animais típicos do Centro-Oeste. A exposição Portal do Cerrado, da organização não governamental World Wide Fund for Nature no Brasil (WWF-Brasil), tem o objetivo de retratar a biodiversidade do bioma e traz um pouco da cultura de localidades inseridas nessa região, como a cidade de Pirenópolis (GO).

Outra atração é a mostra Refazendo os Caminhos de Gardner, que conta a trajetória do médico e botânico escocês George Gardner (1812-1849) no Brasil. Entre 1836 e 1841, ele catalogou 160 espécies da flora brasileira, das quais apenas 40 já haviam sido descritas. Estão expostas algumas plantas catalogadas pelo pesquisador e artefatos usados por ele, como moedas, armas e lupas.

Para o secretário do Meio Ambiente, André Lima, o centro inaugurado hoje transcende a educação e a pesquisa científica. “É também um espaço cultural, para cativar as pessoas com essa luta pela proteção do Cerrado.”

Jardim Botânico de Brasília
Setor de Mansões Dom Bosco, Área Especial, Lago Sul
De terça a domingo
Das 9 às 17 horas
Entrada: R$ 2
Mais informações: (61) 3366-2141

Leia também:

Centro de Excelência do Cerrado será inaugurado nesta sexta-feira

Virada do Cerrado será de 11 a 13 de setembro

Veja a galeria de fotos: