22/10/15 12:27
Atualizado em 22/10/15 às 12:27

Governo realiza 1º Encontro Popular de Movimentos Sociais

Grupos de diferentes setores vão se reunir no sábado (24) para debater projeto de lei de participação social

Para construir em conjunto um projeto de lei sobre participação popular, grupos da sociedade civil e diferentes setores do governo local vão se reunir no sábado (24), no auditório da Câmara Legislativa, no 1º Encontro Popular Governo de Brasília de Movimentos Sociais. Divididos por grupos temáticos, a ideia é que representantes de diversas entidades promovam o debate e façam sugestões com o apoio de secretarias ligadas a cada setor. Ao fim do evento — que terá programação das 9 às 19 horas —, serão instalados o Comitê Distrital dos Movimentos Sociais do Distrito Federal e o Fórum Social de Participação Popular. 

No encontro, os participantes serão divididos por segmento social em cinco grupos de trabalho. Cada um produzirá relatório a ser apresentado em plenária no fim do dia para elaboração de um documento oficial. Representantes das secretarias do governo de Brasília serão distribuídos entre os grupos para atuarem como facilitadores do debate. Vão participar funcionários das áreas de comunicação, economia, saúde, meio ambiente, agricultura, esporte, desenvolvimento social e humano, cultura e habitação.

Há seis meses, o Executivo começou o mapeamento dos movimentos sociais em Brasília e registrou, até o momento, 850 entidades. Estas foram convidadas para o evento, mas grupos não cadastrados — ou cidadãos não vinculados a um grupo — também podem se inscrever.

“O mapeamento foi o primeiro passo para o encontro. Ultrapassamos a meta que era de até o fim do ano ter 700 entidades cadastradas”, diz o subsecretário de Movimentos Sociais e Participação Popular, da pasta de Relações Institucionais e Sociais, Acilino Ribeiro, que organiza o encontro. “Agora, daremos o segundo passo: discutir o projeto de participação social”, completa. O encontro não demandou custos extras ao governo de Brasília, e o transporte está sendo organizado pelos próprios representantes dos movimentos sociais.

Entre as ideias previamente sugeridas para o projeto, tanto pelas entidades quanto pela subsecretaria, estão a criação de ambientes virtuais para participação popular, de conselhos comunitários e de um comitê de monitoramento das demandas dos movimentos. De acordo com Ribeiro, o segundo encontro está previsto para o próximo ano e há ainda a expectativa de encontros mensais com grupos menores, divididos por tema, para a continuação do debate.

Comitê e fórum
A instalação do Comitê Distrital dos Movimentos Sociais do Distrito Federal e do Fórum Social de Participação Popular serão importantes para aproximar esses grupos do governo e diminuir a burocracia. “O comitê vai receber todas as informações das demandas dos movimentos sociais, e o Fórum vai discutir a política de participação em todo o governo”, resume Ribeiro.

Além dos grupos temáticos, na programação haverá mesas de diálogo e exibição de vídeo-documentário. As inscrições para participar do encontro ficarão abertas até a abertura, às 9 horas, no próprio local. Com antecedência, é possível se inscrever pela internet, por telefone (3312-9918 e 3312-9922) ou nas administrações regionais.

1º Encontro Popular Governo de Brasília de Movimentos Sociais
Sábado, 24 de outubro
Das 9 às 19 horas
No auditório da Câmara Legislativa
Inscrições gratuitas pela internet, por telefone (3312-9918 e 3312-9922), nas administrações regionais ou no local, antes do evento, a partir das 8 horas