12/1/16 18:21
Atualizado em 12/1/16 às 18:21

Ocupações irregulares em área pública de São Sebastião começam a ser retiradas

Operação da Agefis começou na manhã desta terça-feira (12), foi interrompida pela chuva e está prevista para seguir até o fim da semana


. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Sob o comando da Agência de Fiscalização (Agefis), começaram na manhã desta terça-feira (12) os trabalhos para retirada de casas irregulares em São Sebastião, no local conhecido como Capão Comprido, perto do Parque da Vaquejada. Foram removidas janelas e portas de três moradias de um total de 68 construções de alvenaria em área pública e que devem ser demolidas, em princípio, até sexta-feira (15). Em virtude da chuva, o serviço foi suspenso.

Segundo a agência, o início da construção dos barracos se deu no primeiro semestre do ano passado. O local é fruto de loteamento feito por grileiros e fica próximo de onde ocorre a encenação da via-sacra. Segundo o Instituto Brasília Ambiental (Ibram), a região é de risco, e o solo, propício a erosões. Durante os trabalhos, uma família pediu transporte dos móveis para casa de parentes no Recanto das Emas e foi atendida. Uma mulher sentiu-se mal, e os bombeiros verificaram a pressão dela, que estava normalizada.

Assim como em 2015, quando o governo de Brasília promoveu desocupações no Sol Nascente, em Ceilândia; em Vicente Pires; e na orla do Lago Paranoá, o Executivo retoma, logo no início de 2016, a política de combate à ocupação desordenada do solo.

Tumulto
Houve resistência por parte de 600 moradores, que cercaram as construções. Alguns subiram nos telhados e outros jogaram pedras. A Polícia Militar garantiu a segurança. Mesmo assim, o motorista da pá mecânica foi atingido por estilhaços de vidro da janela quebrada, e a mão do tenente-coronel da PM Rogério Miranda também sofreu leves escoriações.

Além da Agefis, Ibram, bombeiros e PM, participaram da ação a Companhia Energética de Brasília, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil, o Departamento de Trânsito, a Companhia de Saneamento Ambiental, a secretária-adjunta de Desenvolvimento Social, Marlene Azevedo, a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal e o Serviço de Limpeza Urbana.

Veja a galeria de fotos:

https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/albums/72157663481801985″ title=”Ocupações irregulares em área pública de São Sebastião começam a ser retiradas”>https://farm2.staticflickr.com/1602/23712908083_a35549674c_c.jpg”width=”800″ height=”531″ alt=”Ocupações irregulares em área pública de São Sebastião começam a ser retiradas”>