16/1/16 14:15
Atualizado em 16/1/16 às 14:15

Governo entrega 1.392 moradias no Riacho Fundo II

Apartamentos são de dois e de três quartos e vão para famílias de renda mensal de até R$ 3.275 inscritas no Morar Bem


. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Atualizado em 16 de janeiro de 2016, às 12h55

Neste sábado (16), no Riacho Fundo II, 1.392 moradias foram entregues a famílias contempladas da faixa 2 (de R$ 1,6 mil a R$ 3.275) do programa Morar Bem — vinculado ao Minha Casa Minha Vida, do governo federal.

A técnica em contabilidade Conselene Pires de Oliveira, de 48 anos, já exibe as chaves do novo apartamento no Residencial Parque do Riacho. Ela, que até então morava com a mãe de 72 anos, conta que é uma realização para a família ter a casa própria. “Maior conquista que já tive na vida além dos meus filhos”, comemora.

Conselene vai morar em uma unidade de dois quartos com o filho. Assim como ela, cerca de outras 3 mil pessoas foram beneficiadas com as entregas neste sábado (16), de acordo com a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab).

Os apartamentos são de dois e de três quartos, com 48 e 56 metros quadrados respectivamente, e estão distribuídos em dez condomínios. A infraestrutura básica (água, luz, drenagem e esgoto) está completa, mas ainda falta concluir as obras de pavimentação e calçadas. Segundo a Codhab, as máquinas e equipes estão no local, mas é preciso esperar pelo fim das chuvas para terminar a construção.

O governador Rodrigo Rollemberg participou da cerimônia e destacou o esforço do governo de Brasília e do governo federal para realizar as entregas. O chefe do Executivo local explicou que pensou em adiar a entrega das chaves por causa das obras que ainda faltam ser concluídas, mas que manteve a programação por pedidos dos síndicos das unidades habitacionais. “Vamos acompanhar a conclusão dessa infraestrutura”, afirmou.

O programa
O Morar Bem é uma ação do governo de Brasília criada em 2012 e voltada a famílias com renda bruta de até 12 salários mínimos mensais. O programa oferta moradias populares em condomínios com infraestrutura urbana — como abastecimento de água, esgoto, energia, pavimentação e equipamentos públicos.

Os requisitos para ter direito ao benefício são: morar no DF nos últimos cinco anos, ser maior de idade ou emancipado por lei e não ter outro imóvel.

Os empreendimentos da última etapa do Riacho Fundo II custaram R$ 107.578.480 e foram concluídos graças a parcerias com o governo federal e com o Banco do Brasil.

Em 2015, o governo de Brasília entregou 5.971 moradias, sendo 3.072 no Riacho Fundo II; 2.080 no Paranoá; 409 no Jardins Mangueiral, em São Sebastião; 270 na Estrutural; 84 em Santa Maria; e 56 em Samambaia.

Veja a galeria de fotos:

https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/albums/72157663429941362″ title=”Governo entrega 1.392 moradias no Riacho Fundo II”>https://farm2.staticflickr.com/1716/24307141392_a356b0753a_c.jpg”width=”800″ height=”531″ alt=”Governo entrega 1.392 moradias no Riacho Fundo II”>