25/1/16 17:55
Atualizado em 25/1/16 às 17:55

Duzentas crianças têm carteirinha de identificação para o carnaval

Campanha da Polícia Militar segue até 5 de fevereiro nos postos do Na Hora da Rodoviária do Plano Piloto e do Shopping Popular de Ceilândia


Andréa Batista e o filho João Pedro Batista
Andréa Batista e o filho João Pedro Batista. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Cerca de 200 pais ou responsáveis procuraram a Polícia Militar do Distrito Federal para preencher e retirar gratuitamente a identificação infantil para o carnaval. A campanha, com o objetivo de garantir a segurança das crianças e evitar que se percam durante as festas, começou na quinta-feira (21 de janeiro) e seguirá até sexta-feira (5 de fevereiro).

É possível preencher e imprimir a cédula diretamente pela internet. Não há necessidade de apresentar qualquer documento. A carteirinha vem com espaço para colar uma foto 3×4, além dos campos para dados pessoais e residenciais. Quem não tiver acesso à internet e à impressora, tem a possibilidade de retirar o documento em dois postos do Na Hora — Rodoviária do Plano Piloto e Ceilândia Sul.

O foco da campanha são as crianças entre 2 e 8 anos, aquelas com dificuldade de decorar dados — telefone dos pais ou responsáveis e endereço — e também as que vêm de outras unidades da Federação neste período.

No ano passado, foram aproximadamente 3,3 mil acessos à área destinada à impressão do documento, além de outros 1,4 mil distribuídos pela PM nos postos fixos. A expectativa é que, neste ano, esses números aumentem em 10%, principalmente à medida que os eventos infantis se aproximarem.

Após 5 de fevereiro, é possível obter a carteirinha apenas pelo site da Polícia Militar. A corporação recomenda que os pais não deixem para a última hora, quando as filas devem aumentar.

Recomendações
Além de identificar a criança, os pais devem seguir algumas regras básicas, fornecidas pela PM, ao sair com os menores para blocos e clubes no carnaval. Entre elas: não deixá-los sozinhos, evitar festas superlotadas, orientá-los a procurar imediatamente um policial militar, em caso de estar perdida, e não aceitar ajuda de pessoas estranhas. Também é recomendado que as crianças usem fantasias, roupas e calçados leves e confortáveis e não subam em trios elétricos para não correr risco de acidentes.

A chefe de cozinha Andréa Batista, de 37 anos, considera que a identificação infantil tem funcionalidade mais ampla. Recém-chegada do Rio de Janeiro, a moradora da Asa Norte acredita que o documento vai ser fundamental para a locomoção do filho, João Pedro, 12: “Ele tem pouca familiaridade com a região e, caso venha a se perder, essa carteirinha vai trazer as informações necessárias para que possa pedir ajuda”.

Onde obter a carteirinha

Na Hora da Rodoviária do Plano Piloto
Plataforma D, subsolo
De segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30. Aos sábados, das 7h30 às 12h30

Na Hora de Ceilândia
Shopping Popular, piso superior, QNM 11, Área Especial, Ceilândia Sul
De segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h30. Aos sábados, das 7h30 às 12h30

Veja a galeria de fotos:

https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/24309559570/in/album-72157663881140766/” title=”Cerca de 200 crianças têm carteirinha de identificação para o carnaval de Brasília”>https://farm2.staticflickr.com/1466/24309559570_e556c09d1b_c.jpg”width=”800″ height=”531″ alt=”Cerca de 200 crianças têm carteirinha de identificação para o carnaval de Brasília”>