7/2/16 17:40
Atualizado em 7/2/16 às 17:40

SLU recolhe quase 32 toneladas de lixo no sábado de carnaval

Operação contou com 580 garis divididos em duas frentes de trabalho. Uma delas saiu com os blocos, e a outra, depois dos eventos. Agefis apreendeu bebidas vendidas em garrafa de vidro


. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) recolheu, durante o sábado (6) de carnaval, 31,8 toneladas de lixo nos principais blocos de carnaval. A limpeza sempre ocorre em duas fases. Em uma delas, a equipe segue com o bloco fazendo a primeira coleta. Logo após o evento, recolhe o entulho deixado pelos foliões. Essa operação contou com 580 garis até a manhã de domingo (7).

Durante a passagem do Galinho de Brasília, os servidores estavam fantasiados para se misturarem às pessoas e assim seguirá hoje (7) e na segunda-feira, quando o bloco volta às ruas do Setor de Autarquias Sul.

Desde os primeiros eventos de pré-carnaval, em 23 de janeiro, até o meio-dia de hoje, foram coletadas 75,59 toneladas de entulhos em serviço realizado por 1.265 garis.

Fiscais da Agefis
Um auto de apreensão de bebidas destiladas vendidas em garrafas de vidro foi lavrado no sábado no bloco Galinho de Brasília. Durante o dia, a Agência de Fiscalização (Agefis) percorreu outros cinco eventos — Babydoll de Nylon, Quinto Play, Asé Dudu, Mamãe Taguá e Praça dos Prazeres (comercial da 201/202 Norte).

A operação contou com 82 auditores fiscais distribuídos em 35 equipes em turnos diferenciados. O trabalho de prevenção e controle das ações começou às 7 horas de sábado e segue durante todo o domingo.

Em relação ao lixo pessoal, a agência atuará no reforço do comprimento da Lei Distrital nº 972, de 1995. O cidadão que for pego jogando lixo no chão será convidado a recolhê-lo e jogá-lo na lixeira mais próxima. Caso recuse, pode ser penalizado.

Multas
De acordo com Decreto nº 17.156, de 16 de fevereiro de 1996, as multas são aplicadas conforme a gravidade da infração. As autuações variam de R$ 20 a R$ 500 nas consideradas leves, de R$ 500 a R$ 5 mil nas graves e de RS 5 mil a RS 50 mil para as gravíssimas.

Fica estipulada a multa de R$ 80 para as infrações leves, decorrentes de atitudes de atirar lixo na rua, de dentro de veículo de qualquer espécie. A penalidade vai para o dono do carro. De acordo com a Agefis, as equipes atuam de forma intensa e preventiva em diversos pontos do carnaval.

A fiscalização permite a presença de ambulantes previamente autorizados pelo poder público, mas sem o comércio de bebidas destiladas em garrafas ou em bambu e sem vender churrasco em espetinhos. Os ambulantes não autorizados são advertidos e convocados a se retirar. Caso persistam, as mercadorias são apreendidas e recolhidas ao depósito da Agefis.

 Veja a galeria de fotos:

https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/albums/72157664222467392″ title=”SLU recolhe quase 32 toneladas de lixo no sábado de carnaval”>https://farm2.staticflickr.com/1679/24783707991_ee825f74df_c.jpg”width=”800″ height=”531″ alt=”SLU recolhe quase 32 toneladas de lixo no sábado de carnaval”>