2/3/16 19:59
Atualizado em 2/3/16 às 19:59

Projetos do Jardim Zoológico estão com inscrições abertas

Um deles é o Zoo Toque, em que pessoas com deficiência visual têm contato com animais vivos e espécies empalhadas


. Edição de arte/Agência Brasília

A Fundação Jardim Zoológico de Brasília oferece serviços além da visitação aos bichos, do trabalho de preservação das espécies e dos tratamentos veterinários. Durante todo o ano, projetos destinados a públicos específicos facilitam o acesso de pessoas com deficiência às atrações, promovem a consciência ambiental em crianças e jovens e estimulam a curiosidade de estudantes. Para participar, é preciso se inscrever, e a oferta de vagas para 2016 está aberta.

No Zoo Toque, por exemplo, há visitas orientadas para grupos de pessoas com deficiência visual, que podem ter contato com animais vivos ou taxidermizados (empalhados) e com objetos relacionados ao meio ambiente. É possível perceber a forma, a textura e o calor do corpo dos bichos, além dos movimentos respiratórios, dos odores, dos sons e das diferenças dos pelos e das penas.

Outro projeto, o Zoo Ciências, leva ao parque estudantes dos ensinos fundamental e médio para coletar insetos e folhas e observar os organismos por meio de microscópios.

A partir de maio
Em caminhadas com a equipe técnica do zoológico, os visitantes podem observar animais de hábitos da noite. O Zoo Noturno ocorre de março a outubro, duas vezes por semana, mas as vagas até junho já foram preenchidas. Novas inscrições devem ser abertas em maio.

Já na Colônia de Feras, no período do recesso escolar, estudantes podem passar uma semana no zoo desenvolvendo diversas atividades educativas e lúdicas, como plantio de mudas e oficinas de nutrição. O projeto ocorre uma vez por ano, em julho, e as inscrições devem ser abertas no mesmo mês.

Projeto-piloto
Devido à grande procura pelas caminhadas noturnas, em 26 de abril ocorrerá o projeto-piloto do Zoo Noturno Kids, para crianças de até 7 anos, acompanhadas do responsável. Serão 60 vagas, e as inscrições estão abertas por telefone.

Veja a descrição dos projetos e saiba como participar

Zoo Vai à Escola
Equipes do zoológico visitam escolas públicas e privadas e abordam, com alunos e professores, temas como problemas ambientais e tráfico de animais silvestres. Espécies taxidermizadas são levadas para a instituição de ensino.
Público-alvo: crianças de 7 a 12 anos
Quando ocorre: de março a novembro, diariamente, de acordo com a demanda
Inscrições: pelo telefone 3445-7007, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas
Valor: gratuito para instituições de ensino públicas; as particulares pagam R$ 200 por visita, independentemente do número de alunos

Zoo Toque
Grupos de pessoas com deficiência visual têm contato físico com animais vivos (como araras, hipopótamos e borboletas) e taxidermizados (como tamanduá, anta e lobo-guará) e com objetos relacionados ao meio ambiente. Os participantes podem perceber a forma, a textura e o calor do corpo dos bichos, além dos movimentos respiratórios, dos odores, dos sons e das diferenças dos pelos e das penas.
Público-alvo: pessoas com deficiência visual
Quando ocorre: de março a novembro, a cada 15 dias
Inscrições: pelo telefone 3445-7007, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas
Valor: gratuito
Obs.: cada turma deve ter, no mínimo, oito pessoas e, no máximo, 15

Zoo Especial
Visitas orientadas para pessoas com deficiência, exceto visual. O circuito é definido pela equipe do zoológico e contempla áreas como o borboletário, a Galeria África (com animais como elefante e zebra) e o Museu de Ciências Naturais (com espécies empalhadas). É possível perceber cheiros e sons e, em alguns casos, alimentar animais.
Público-alvo: pessoas com deficiência, exceto visual
Quando ocorre: de março a outubro, semanalmente, às terças e sextas-feiras
Inscrições: pelo telefone 3445-7007, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas
Valor: gratuito
Obs.: cada turma deve ter, no mínimo, cinco pessoas e, no máximo, 15

Zoo Camping
Crianças e adolescentes passam o fim de semana acampados no Jardim Zoológico e desenvolvem atividades educativas e lúdicas.
Público-alvo: a partir de 8 anos
Quando ocorre: de março a novembro, mensalmente, durante um fim de semana
Inscrições: pelo 3445-7007, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas
Valor: R$ 10 e R$ 5 (meia)
Obs.: até 60 pessoas por grupo

Zoo Ciências
Voltado a estudantes dos ensinos fundamental e médio das redes pública e particular. Há coleta de insetos e folhas, por exemplo, para observação dos microrganismos com o auxílio de microscópio.
Público-alvo: em cada edição do projeto, participam 12 estudantes considerados destaques em comportamento e em nota do boletim escolar. Eles são indicados pela escola em que estão matriculados. Em eventos, o projeto é aberto ao público em geral.
Quando ocorre: de março a novembro (quinzenalmente, às quartas-feiras) e nos principais eventos feitos pelo zoológico
Inscrições: pelo telefone 3445-7007, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas
Valor: instituições de ensino públicas são isentas. No caso das particulares, cada participante paga o valor da entrada no zoo
Obs.: cada turma deve ter, no mínimo, dez pessoas e, no máximo, 20

Zoo Noturno Kids
Em caminhadas com a equipe técnica do zoológico, os visitantes podem observar animais de hábitos da noite.
Público-alvo: crianças de até 7 anos, acompanhadas do responsável
Quando ocorre: 26 de abril (projeto-piloto)
Inscrições: pelo telefone 3445-7007, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas
Valor: menores de 5 anos são isentos. Os demais pagam R$ 10. Acompanhantes pagam R$ 20
Vagas: 60

Encontro de pessoas idosas
Atividades físicas e recreativas, além de palestras e de visitação a animais, em percursos definidos pelo zoológico.
Público-alvo: pessoas acima de 60 anos
Quando ocorre: uma vez por mês, de março a novembro, com grupos de 30 a 60 pessoas
Inscrições: pelo telefone 3445-7007, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas
Valor: gratuito

Visitas monitoradas
Para escolas públicas e particulares e grupos organizados da comunidade. Monitores repassam informações sobre hábitos, comportamento e características de espécies da fauna, em especial as do Cerrado.
Público-alvo: acima de 7 anos
Quando ocorre: de março a novembro, diariamente, a depender da demanda
Inscrições: pelo telefone 3445-7007, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas
Valor: instituições de ensino públicas são isentas. Para as particulares e os demais grupos, o valor varia de acordo com o número de pessoas (até 20 pessoas, R$ 200; de 21 a 40, R$ 400; e de 41 a 60, R$ 600)
Obs.: Instituições sem fins lucrativos que prestam serviços de assistência social poderão solicitar isenção no pagamento do ingresso e de taxas, desde que atendam às exigências que constam da Instrução Normativa nº 18, de 2016, publicada no Diário Oficial do DF de segunda-feira (29).