11/3/16 15:37
Atualizado em 11/3/16 às 15:37

Segurança Pública organiza-se para garantir tranquilidade durante protestos de domingo

Haverá interdição de trânsito e reforço no policiamento. Centro de comando da pasta acompanhará a manifestação em tempo real

Uma operação especial foi preparada pelo governo de Brasília para garantir a segurança e a tranquilidade dos brasilienses durante as manifestações populares marcadas para este domingo (13) na Esplanada dos Ministérios. Haverá mudanças no trânsito e reforço no policiamento.

A movimentação na área central da cidade será acompanhada pelo Centro de Comando e Controle Regional, na Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social. Assim, dirigentes da pasta, das Polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros e do Departamento de Trânsito, entre outros órgãos, poderão tomar decisões em tempo real e de forma integrada sobre as ocorrências relativas aos protestos. O centro de comando abrirá às 7 horas de domingo e funcionará até a dispersão dos manifestantes.

Além disso, a PM fará revistas pessoais com detectores de metais nos pontos de acesso e em trechos do trajeto. Os participantes dos eventos não deverão portar objetos de vidro cortantes, fogos de artifício, hastes para bandeiras e máscaras. Quem identificar pessoas desrespeitando essas orientações poderá avisar o policial militar mais próximo.

Os profissionais da imprensa que forem cobrir as manifestações precisam estar identificados com crachás e coletes.

De 3 de dezembro a 1º de março, diversos movimentos pró-impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff, comunicaram a pasta da Segurança Pública sobre os protestos agendados para 13 de março. A concentração dos grupos será às 8 horas, em frente à Praça do Museu da República. O objetivo é seguir em direção ao gramado do Congresso Nacional.

Trânsito
A Esplanada dos Ministérios ficará interditada a partir da 0 hora de domingo. O trânsito ficará fechado para veículos desde a alça oeste da Rodoviária do Plano Piloto até o Balão do Presidente, no acesso à L4 Sul, próximo ao quartel do Corpo de Bombeiros. O mesmo vale para o sentido inverso. Também serão bloqueados os Eixos Norte e Sul (Eixão do Lazer), como ocorre em todos os domingos e feriados. Como alternativa, os motoristas poderão circular pelas vias N2 e S2, que ficam atrás dos ministérios.

Notificação
Na terça-feira (8), o Partido dos Trabalhadores também entrou em contato com a Secretaria da Segurança Pública para comunicar uma manifestação na Torre de TV, no domingo (13), a partir das 8 horas.

Por se tratar de horário coincidente e local próximo ao do protesto agendado anteriormente — nos dois casos, a rodoviária é um ponto de acesso em comum —, a pasta notificou o partido, por meio de ofício, sobre a ilegalidade do movimento e informou que o grupo poderia indicar outro endereço para o encontro.

A orientação da secretaria segue o artigo 5º, inciso XVI, da Constituição Federal, que determina: “todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente”.