19/3/16 12:08
Atualizado em 19/3/16 às 12:08

Mais de 1,9 mil profissionais reforçam a segurança na Esplanada nessa sexta (18)

Objetivo foi garantir noite pacífica durante manifestação contra o impeachment da presidente da República


. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Cerca de 6 mil pessoas — segundo a Polícia Militar — estiveram reunidas por volta das 21 horas dessa sexta-feira (18) na Esplanada dos Ministérios em manifestação contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. A recomendação da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social para que pessoas contra o governo federal não protestassem no mesmo local foi respeitada e não houve conflitos entre lados opostos.

Para fazer a segurança durante o ato, que durou das 17 às 22 horas, 1,7 mil policiais militares, 201 bombeiros, 46 agentes do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) e 15 agentes e delegados da Polícia Civil no reforço dos plantões das delegacias da área central foram mobilizados. Não foram registradas ocorrências pela polícia.

A secretária da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar; o comandante-geral da PM, coronel Marcos Antônio Nunes de Oliveira, e o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Hamilton Santos Esteves Junior; o diretor da Polícia Civil do DF, Eric Seba; representantes da Presidência da República, do Exército, dos Departamentos de Trânsito e de Estradas de Rodagem acompanharam toda a manifestação do Centro Integrado de Comando e Controle Regional, na sede da secretaria, próximo ao Palácio do Buriti.

“Desde domingo (13), a área central de Brasília é palco de seguidos protestos. O planejamento, integração e esforço dos profissionais de segurança pública têm garantido que o livre direito à manifestação seja exercido pelos moradores da cidade”, ressaltou a secretária Márcia de Alencar.