6/4/16 21:38
Atualizado em 16/5/16 às 17:11

Brasília entrega protocolo de segurança para receber a tocha olímpica

Assinatura ocorreu nesta quarta (6), com representantes de instituições dos Executivos local e federal que elaboraram o documento


. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Os governos do DF e federal assinaram na tarde desta quarta-feira (6) o protocolo tático integrado de segurança para a cerimônia de revezamento da tocha olímpica em Brasília, em 3 de maio. A capital do País foi a primeira a entregar o documento exigido pelo comitê organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016. O rito de assinatura ocorreu na Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social com a presença de autoridades locais e nacionais. O texto foi elaborado por 73 representantes de 37 instituições do Executivo local e do governo federal.

Para a secretária da Segurança Pública e da Paz Social do DF, Márcia de Alencar Araújo, a integração da pasta com outras áreas da administração pública é fundamental para garantir a tranquilidade em grandes eventos. “Vamos mostrar a capacidade que temos e selar Brasília como a capital da paz. Para isso, precisamos de um plano totalmente integrado”, disse.

O coordenador da Comissão Distrital de Segurança Pública e Defesa Civil para os Jogos Olímpicos Rio 2016, coronel da Polícia Militar Paulo Roberto Batista de Oliveira, afirmou que a cooperação é fundamental. “Uma única instituição não consegue realizar a operação.” Segundo ele, os 105 quilômetros a serem percorridos pela tocha olímpica em Brasília serão subdivididos em 31 rotas (entre deslocamento e condução). A chama passará por mais de 300 cidades brasileiras, em 90 dias de revezamento.

Também em 3 de maio, a secretaria vai reativar a célula de inteligência, no Centro Integrado de Controle e Comando Regional. Nela, representantes das agências de inteligência de segurança pública distrital e federal farão o controle em tempo real do deslocamento da tocha, das dez partidas de futebol em Brasília e de tudo o que se referir ao evento mundial. “A sala de crise faz o controle, mas, para grandes eventos, temos essa troca de informações e análise mais específicas”, explicou Márcia de Alencar.

Plano tático
Brasília sediará dez partidas de futebol durante a Olimpíada, de 4 a 13 de agosto. Em 7 de março, 31 órgãos do governo de Brasília e do Executivo federal assinaram o Plano Tático e Integrado de Segurança Pública e Defesa Civil para os Jogos Olímpicos Rio 2016 em Brasília. O documento define as atribuições de cada instituição para o evento e especifica as ações de cada entidade antes e durante as disputas, de acordo com o estabelecido em protocolos nacionais e internacionais de segurança.

Participaram da cerimônia de assinatura a secretária do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros; o secretário de Mobilidade do DF, Marcos Dantas; a chefe de Comunicação Institucional e Interação Social, Vera Canfran; os diretores-gerais da Polícia Civil do DF, Eric Seba, do Departamento de Trânsito do DF, Jayme Amorim de Sousa, e do Departamento de Estradas de Rodagem do DF, Henrique Luduvice; os comandantes-gerais do Corpo de Bombeiros Militar do DF, coronel Hamilton Santos Esteves Junior, e da Polícia Militar do DF, coronel Marcos Antônio Nunes de Oliveira; o secretário-adjunto de Turismo, da pasta do Esporte, Turismo e Lazer, Jaime Recena; as secretárias-adjuntas de Cultura, Nanan Lessa Catalão, e de Saúde, Eliene Ancelmo Berg; a diretora-presidente da Agência de Fiscalização do DF, Bruna Pinheiro; e o diretor-presidente da Companhia do Metropolitano do DF, Marcelo Dourado.

Também estavam o comandante do Comando Militar do Planalto, general de divisão César Leme Justo; o capitão dos portos da Capitania Fluvial de Brasília, capitão de fragata Zamir da Silva Chagas; o representante do Departamento da Força Nacional de Segurança Pública, tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco Francisco de Assis Cantarelli Alves; os superintendentes regionais da Polícia Rodoviária Federal, Vandervaldo Gonçalves Lima, e do Departamento de Polícia Federal, Élzio Vicente da Silva; e o enviado da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, do Ministério da Justiça, Antônio Edgar dos Santos de Jesus.

Leia também:

Firmado plano de segurança para etapa da Olimpíada em Brasília

Brasília será a primeira cidade a receber a chama olímpica dos jogos Rio 2016

Veja a galeria de fotos:

https://www.flickr.com/photos/agenciabrasilia/albums/72157666786307716″ title=”Governo de Brasília entrega protocolo de segurança para receber a tocha olímpica”>https://farm2.staticflickr.com/1525/25673706224_6443b86f92_c.jpg”width=”800″ height=”531″ alt=”Governo de Brasília entrega protocolo de segurança para receber a tocha olímpica”>