20/4/16 12:33
Atualizado em 17/5/16 às 16:17

Saiba como ficará o trânsito durante a passagem da tocha olímpica

Na maior parte do percurso, em 3 de maio, retenções de fluxo de veículos serão temporárias. Também estão previstos bloqueios de estacionamentos públicos

Antes e durante o revezamento da tocha olímpica em Brasília, em 3 de maio, o trânsito terá intervenções onde passarão os condutores da chama. Na maior parte do trajeto, de 105 quilômetros, haverá retenções ou fechamentos de vias temporários, com liberação gradual após a passagem. Em locais mais estratégicos, a interrupção durará mais tempo e estacionamentos serão fechados na véspera.

O percurso da tocha na cidade foi divulgado nessa terça-feira (19) pelo governador Rodrigo Rollemberg e pela secretária do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros. A rota começará na área central, às 10h30, com volta pela Esplanada dos Ministérios, percorrerá cinco regiões administrativas e se encerrará, perto das 20h30, com uma festa de celebração no gramado central, logo depois da alça leste da Rodoviária do Plano Piloto, na altura da Biblioteca Nacional.

Os bloqueios de vias e de estacionamentos são planejados, principalmente, para as regiões onde haverá condução a pé do fogo olímpico, em trechos que somam 40 quilômetros. Nos outros 65 quilômetros, ele será transportado em veículos. Nesse caso, batedores farão a segurança e o desvio de tráfego para o comboio, o que poderá causar retenção, mas sem interrupção total.

Os órgãos públicos envolvidos no esquema de trânsito comunicarão a população, por meio de visitas e de reuniões com associações, escolas e outras instituições das áreas a ser mais afetadas pelas mudanças. Placas de sinalização e painéis de mensagens variadas também informarão as alterações.

1-Percurso Tocha Esplanada AgenciaBrasilia

No primeiro trecho do revezamento, na Esplanada dos Ministérios, o fluxo de carros será interrompido a partir das 9 horas de 3 de maio, nas seis faixas de cada uma das duas vias do Eixo Monumental (S1 e N1), da altura da Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida até a L4 Sul. Também permanecerão fechadas as saídas de todos os estacionamentos que dão acesso a essas vias. Será permitido parar nesses locais até esse horário. Depois, a reabertura ocorrerá de forma gradual, após a passagem da tocha. A previsão é que a área esteja liberada até as 11h30.

O Batalhão de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), responsável por esse ponto, orienta os motoristas a usar como alternativas as pistas dos anexos, nas Vias S2 e N2. O mesmo vale para as linhas de ônibus.

Lago Sul
Na Ponte Juscelino Kubitschek, onde um condutor da tocha descerá de rapel para o Lago Paranoá, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) controlará o tráfego. O trecho da faixa da direita no sentido Lago Sul será isolado às 10 horas, e a expectativa é que esteja livre novamente por volta do meio-dia. Ônibus e outros veículos poderão circular pelas outras faixas.

Em seguida, o revezamento passará pelo Pontão do Lago Sul. O estacionamento estará liberado, com apenas parte das vagas interditada das 7 horas às 12h15.

Mané Garrincha
A próxima parada será no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, onde haverá um evento de dez minutos. Os estacionamentos entre a arena e o Colégio Militar de Brasília e os do Complexo Aquático Cláudio Coutinho serão fechados na noite anterior, às 19 horas, e reabertos às 13 horas de 3 de maio. A via entre o estádio e o complexo também ficará fechada pelo mesmo período.

2-Percurso Tocha SIA AgenciaBrasilia

No Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), a via entre os Trechos 1 e 2 terá o fluxo interditado no sentido Taguatinga. A hora estimada para a interrupção é das 13h30 às 14h45. Como alternativas, há a Estrada Parque Taguatinga (EPTG) ou as pistas dos Trechos 3 e 4 — caminho a ser usado pelos veículos de transporte público. As vagas públicas começarão a ser bloqueadas às 19 horas do dia anterior (2 de maio).

3-Percurso Tocha Taguatinga AgenciaBrasilia

Na Avenida Central de Taguatinga, apenas a pista que segue em direção à Praça do Relógio ficará fechada, por volta das 14 às 15 horas. Do outro lado, a via sentido EPTG-Guará passará somente por retenção do fluxo no momento em que a tocha atravessar a região administrativa, a partir das 14h50, por cerca de três minutos, conforme a previsão. Esse lado da Avenida Central, portanto, não sofrerá bloqueio de estacionamento.

Durante o período de intervenção no tráfego, o itinerário das linhas de ônibus que passa pelo trajeto isolado será desviado para a Avenida das Palmeiras. A mesma opção poderá ser usada por outros veículos.

Na Avenida Comercial Sul, os dois sentidos ficarão totalmente interditados, das 14h10 às 15h45, segundo estimativa. Na Estrada Parque do Contorno (EPCT), no trecho conhecido como Pistão Sul, haverá desvios a fim de impedir o acesso à região interrompida da Avenida Comercial. Como rota alternativa, o transporte coletivo usará a Samdu e o Pistão Sul.

Seguindo o percurso, também será interrompido o fluxo na Avenida Samdu Sul antes da QSD 13 até o final, em direção à Vila Dimas, nos dois sentidos. O bloqueio está previsto para as 14h20, com liberação por volta das 15h45, e desvio de veículos e das linhas do transporte público para o Pistão Sul.

A via que dá continuidade à Samdu Sul e passa pela Praça Vila Dimas será interditada temporariamente, por cerca de duas horas, com previsão de fechamento das 14h30 às 16h30. A via opcional será o Pistão Sul. O trajeto passará por um hospital particular — o estacionamento ao lado será bloqueado, mas haverá passagem livre para ambulâncias.

Nas proximidades da fábrica da Coca-Cola, que receberá a chama olímpica porque a marca é patrocinadora do evento, vias e estacionamentos ficarão isolados das 6 horas até o meio da tarde.

À medida que os condutores passarem com a tocha, o trânsito poderá ser liberado aos poucos. Todos os estacionamentos que dão acesso a essas avenidas de Taguatinga — nos locais de interrupção do trânsito — serão fechados a partir das 22 horas da noite anterior (em 2 de maio) e liberados das 14h55 até as 16h30 do dia 3. O horário de reabertura desses locais variará de acordo com a passagem do símbolo olímpico.

4-Percurso Tocha RiachoFundoI AgenciaBrasilia

No Riacho Fundo I, apenas a pista da Avenida Central no sentido administração regional fechará no período previsto — das 16h10 às 16h45. Na noite anterior, em 2 de maio, serão bloqueados os estacionamentos desse lado da pista. Na via de ligação com a rua central que leva direto ao Fórum do Tribunal de Justiça do DF e dos Territórios da região administrativa, também ocorrerão interdições temporárias nesse horário.

No acesso ao centro olímpico e paraolímpico, a pista conhecida como Sucupira passará por retenção enquanto a tocha for conduzida no trecho que vai do fórum ao retorno antes da QS 16. As alternativas durante o percurso na região serão as ruas internas das quadras.

Os ônibus de linhas que circulam na Avenida Central deverão seguir pelas QOF (Conjuntos 1 e 2), QN 9 (Conjuntos 1 e 5) e QS 4 (Conjuntos 1 e 7). Já os que passam pelo trajeto do centro olímpico terão de seguir pelas Vias AC 3, CLN 5 e Avenida Central, no sentido Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB), que não estará interditado.

5-Percurso Tocha Asa Sul AgenciaBrasilia

Próximo às 17h15, não será permitido trafegar pela L2 Sul, no sentido Rodoviária do Plano Piloto. O fechamento se estenderá até pouco antes das 18 horas. As saídas dos estacionamentos que dão acesso à via ficarão fechadas durante o trajeto. A L4 Sul torna-se a opção para veículos.

Como o revezamento subirá até a Igreja Nossa Senhora de Fátima, conhecida como Igrejinha da 308 Sul, estarão bloqueados desde a noite da véspera do evento, por volta das 22 horas, os seguintes estacionamentos: das comerciais da 406 Sul, incluindo metade das vagas do supermercado Pão de Açúcar, da 207 Sul, da 107 Sul e da 108 Sul.

Entre as 17h45 e as 18h20, o fluxo nessas áreas — sentido 308 Sul — será interditado. No caso das comerciais 107/108 Sul, o bloqueio ocorrerá nos dois sentidos. Ficam como alternativas as quadras comerciais das 404/405, 408/409, 205/206, 209/210, 105/106 e 109/110. Para saída e entrada de quem estiver nas residências da 108 e da 308 Sul — com acesso somente pelo lado da Igrejinha, que vai estar fechado —, os órgãos de trânsito do DF planejam instalar uma rampa entre o Eixinho Oeste e a 108.

No Eixinho Leste, na direção da área central, a retenção ocorrerá da altura da 207 Sul até a 203 Sul.

6-Percurso Tocha Rodoviaria SCS AgenciaBrasilia

Na Rodoviária do Plano Piloto, o trajeto passa pela plataforma superior até próximo do Teatro Nacional e retorna pela frente do Conjunto Nacional e do Setor de Diversões Sul (mais conhecido como Conic). Assim, a retenção do trânsito se repetirá nesse percurso. Espera-se que isso ocorra em 40 minutos — das 18h15 às 18h55.

Estacionamentos do trecho entre o Touring e a Praça Norte (Conjunto Nacional) serão fechados a partir das 22 horas do dia anterior (2 de maio). O Buraco do Tatu e as vias entre a S1 e a N1 podem servir de opção à plataforma superior.

No Setor Comercial Sul, haverá inversão do fluxo na via interna das Quadras 1 e 2. A previsão é que o controle do tráfego comece às 18h55 e termine às 19h10. Os agentes de trânsito vão direcionar a saída para a Via S2.

Depois, na via do Parque da Cidade, para a passagem dos condutores da tocha, haverá retenção — da altura do parque Nicolândia até a saída para o Ministério Público do DF e Territórios — e fechamento dos acessos e estacionamentos. No cronograma, estima-se que essas intervenções ocorram das 19h10 às 19h25. A alternativa será a Via S2.

Eixo Monumental
Entre o Memorial Juscelino Kubitschek e o Memorial dos Povos Indígenas, os estacionamentos estarão bloqueados desde as 22 horas da noite de segunda-feira (2). Das 19h35 às 19h50, ficarão interditadas, nos dois sentidos, as vias de ligação da N1 e da S1 entre os dois monumentos.

Para retornar, ônibus e demais veículos terão de usar a opção anterior — no Ministério Público do DF e Territórios — ou a posterior, na Catedral Rainha da Paz. Quando o percurso estiver se encerrando em direção à Esplanada, quem estiver nos estacionamentos do canteiro central próximo ao Tribunal de Justiça do DF e dos Territórios não poderá sair pela S1, mas apenas pela N1.

Na Praça das Fontes, em frente à Torre de TV, os estacionamentos norte e sul serão isolados às 22 horas da véspera. Durante a passagem da chama olímpica, entre as 19h55 e as 20 horas, a alça de acesso da S1 ao viaduto sobre a W3 estará temporariamente interditada.

Na alça oeste da Rodoviária para a S1, só será feita retenção temporária na passagem do fogo olímpico. A alça leste ficará totalmente interditada para veículos a partir das 15 horas. O tráfego de pedestres e de ônibus estará permitido e terá controle de agentes.

Chegada
O gramado central da Esplanada dos Ministérios, próximo à Biblioteca Nacional de Brasília, receberá a festa de celebração do revezamento. A previsão é que a tocha chegue ao local por volta das 20h20.

Para o evento, três faixas da esquerda da S1 e duas da esquerda da N1 ficarão isoladas no trecho ao redor do segundo quadrante da Esplanada. A via entre a S1 e a N1, logo atrás, também será isolada para apoio logístico à festividade. As interrupções iniciam-se às 15 horas e permanecem até a dispersão do público.

Todas as informações sobre o revezamento da tocha olímpica em Brasília estão no site www.vibrabrasilia.com.br