7/6/16 12:02
Atualizado em 7/6/16 às 18:40

Retiradas invasões de terrenos da Terracap em Samambaia

Segundo a Agência de Fiscalização, as três áreas destinam-se a programas de habitação e a creche. Operação conjunta do governo ocorreu na manhã desta terça-feira (7)

Operação integrada do governo de Brasília nesta terça-feira (7) resultou na derrubada de barracos de madeira e de alvenaria nos Conjuntos 5 e 6 da QR 1033 e no Conjunto 3 da QR 1031, em Samambaia. As três áreas que estavam invadidas pertencem à Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). A ação começou às 10h45 e estava prevista para terminar na sexta-feira (10), mas foi concluída por volta das 13h30, com a participação de 125 servidores.

Operação integrada do governo de Brasília resulta na derrubada de barracos de madeira e de alvenaria em Samambaia.
Operação integrada do governo de Brasília resulta na derrubada de barracos de madeira e de alvenaria em Samambaia. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

De acordo com a Agência de Fiscalização (Agefis), dois conjuntos são destinados a programas habitacionais e um terceiro, a creche. Foram liberados 11.461 metros quadrados.

Resistência

Para tentar impedir a retirada, os invasores atiraram objetos contra as equipes da Polícia Militar — entre elas, 29 homens do Batalhão de Policiamento de Choque. Para conter os ânimos, os PMs tiveram de usar gás de pimenta e bomba de efeito moral.

Além da Agefis e da PM, participaram da operação a Subchefia da Ordem Pública e Social, da Casa Militar; a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos; o Corpo de Bombeiros Militar; a Companhia Energética de Brasília (CEB); a Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb); a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap); o Serviço de Limpeza Urbana (SLU); e o Conselho Tutelar de Samambaia.

Edição: Raquel Flores

Galeria de Fotos

Retiradas invasões de terrenos da Terracap em Samambaia