10/6/16 17:47
Atualizado em 10/6/16 às 17:51

Governo debate medidas para melhorar o transporte de estudantes da Estrutural

Alunos e pais foram recebidos nesta sexta-feira (10) por representantes da Secretaria de Mobilidade, da Casa Civil e do DFTrans

O governo de Brasília estudará solução para problemas no transporte de jovens da Estrutural que estudam em escolas públicas do Cruzeiro. Representantes da Secretaria de Mobilidade, da Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais e do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) se reuniram com os estudantes nesta sexta-feira (10). Ficou definido no encontro que será feito um estudo para definir a melhor medida.

reuniao_estudantes_passelivre_gabrieljabur_agenciabrasilia
Representantes do governo de Brasília recebem estudantes da Estrutural que pedem transporte escolar. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Cerca de 60 alunos dos Centros Educacionais 1 e 2 do Cruzeiro, conforme estimou a segurança do Palácio do Buriti, protestaram hoje em frente à sede do Executivo local. Sete deles foram recebidos por membros do governo local.

Durante a conversa, foram levantadas sugestões, como a inclusão de uma linha coletiva, a mudança do trajeto de um itinerário já existente e a possibilidade do retorno do transporte gratuito promovido pela Secretaria de Educação. “Tudo vai depender, porém, de estudos financeiro e logístico”, ponderou o subsecretário de Movimentos Sociais e Participação Popular, da Casa Civil, Acilino Ribeiro.

De acordo com os jovens, neste ano, foram retirados os veículos que os transportavam entre as duas regiões administrativas. Segundo a Secretaria de Educação, o serviço foi cancelado porque a área é atendida pelo transporte coletivo, que faz o trajeto entre a escola e a residência dos estudantes. Como os alunos também têm direito ao Passe Livre Estudantil, a medida foi tomada para que não haja a duplicidade de benefício.

Neste ano, 15 ônibus escolares deixaram de circular na Estrutural, em Samambaia e em Planaltina. Guará e Sobradinho também terão o transporte suspenso ainda em 2016. A pasta está fazendo levantamento de quantos estudantes estão cadastrados no DFTrans.

Os alunos atendidos pelo transporte escolar estão matriculados no ensino médio e têm direito ao benefício do Passe Livre Estudantil, desde que cumpram as regras de recadastramento.

Edição: Paula Oliveira