3/8/16 18:17
Atualizado em 31/10/16 às 11:52

Codeplan distribuirá R$ 22 mil em prêmios para trabalhos técnico-científicos

Valores para primeiros colocados em concurso da companhia serão pagos pela Fibra. Contrato de financiamento foi assinado nesta quarta-feira (3)

O financiamento do 2º Prêmio Codeplan de Trabalhos Técnico-Científicos foi assinado nesta quarta-feira (3) na sede da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan). Os valores de R$ 8 mil, R$ 6 mil e R$ 4 mil para os três primeiros colocados e de R$ 4 mil para a categoria Jovem Pesquisador serão pagos pela Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra).

A Fibra patrocina os prêmios, mas o concurso é organizado pela Codeplan. O prazo para inscrição começa na sexta-feira (5) e termina em 14 de novembro. Os trabalhos devem estar relacionados com o tema Desenvolvimento do Distrito Federal e da Ride (Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno). Podem participar pessoas de qualquer nacionalidade, desde que tenham concluído o ensino superior.

O contrato foi firmado entre os presidentes da Fibra, Jamal Jorge Bittar, e da Codeplan, Lucio Rennó. O financiamento visa aumentar o acesso da população às informações da indústria local e estimular pesquisas socioeconômicas sobre políticas em Brasília.

Rennó anunciou que a premiação fará parte do aniversário de 50 anos da companhia neste ano. Para celebrar a história da empresa pública e de seus funcionários, o presidente fez um convite aos representantes da Fibra para que o prêmio seja entregue no auditório da sede da Codeplan — mesmo local onde firmaram o contrato de financiamento — em 9 de dezembro.

Categoria Jovem Pesquisador é novidade

A categoria Jovem Pesquisador foi criada para a edição de 2016 para estimular a participação de candidatos com até 25 anos. Os concorrentes devem indicar na capa dos trabalhos de graduação que disputam essa modalidade.

O resultado sairá no Diário Oficial do Distrito Federal e no site da Codeplan. Além do prêmio em dinheiro, os vencedores terão os trabalhos publicados na série Texto para Discussão, da companhia.

A primeira edição premiou temas de análise histórica de Brasília, revitalização da W3 e vulnerabilidade juvenil.

Critérios para apresentação dos trabalhos

Os trabalhos podem ser individuais ou em equipe, precisam ter no mínimo 25 e, no máximo, 70 páginas, incluídos anexos, tabelas, gráficos, figuras e bibliografia, e devem ser escritos de acordo com instruções da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) apresentadas no edital.

As inscrições são gratuitas e devem ser encaminhadas à Codeplan obrigatoriamente via Sedex, com data de postagem nos Correios até 14 de novembro de 2016. De acordo com o edital, é preciso enviar ficha de inscrição preenchida e assinada pelo autor ou representante da equipe. O trabalho tem de ser inédito e original e não pode ter sido divulgado ou publicado anteriormente nem ter sido inscrito em concurso similar, ainda que não premiado. Outras informações são exigidas, como cópias de documentos dos autores, currículo — recomenda-se o modelo Lattes (a mais importante referência profissional de qualquer cientista no Brasil) — e comprovante de formação acadêmica.

A escolha das melhores obras será feita por uma comissão julgadora composta por, no mínimo, cinco e, no máximo, oito pessoas. O grupo, que não terá conhecimento da identidade dos participantes, adotará como critérios para a avaliação sete diretrizes, entre elas concordância com a temática do concurso, atualidade, originalidade e/ou ineditismo do trabalho e profundidade do conteúdo.

Acesse a íntegra do edital do 2º Prêmio Codeplan de Trabalhos Técnico-Científicos e a ficha de inscrição.

Edição: Gisela Sekeff