29/9/16 22:04
Atualizado em 7/12/16 às 10:32

Ações de manejo ambiental e limpeza urbana serão reforçadas a partir de outubro

Rollemberg reuniu-se nesta quinta (29) com o secretário das Cidades e administradores regionais para discutir as prioridades em infraestrutura e o combate ao Aedes aegypti no fim do período da seca

Com o início da temporada de chuvas, uma das preocupações do governo de Brasília é intensificar ações de infraestrutura urbana, como a limpeza de bocas de lobo. Um dos objetivos das ações é eliminar possíveis focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como zika e dengue.

O governador Rodrigo Rollemberg reuniu-se nesta quinta-feira (29) com o secretário das Cidades, Marcos Dantas, e com administradores regionais e representantes de empresas do governo.
O governador Rodrigo Rollemberg reuniu-se nesta quinta-feira (29) com o secretário das Cidades, Marcos Dantas, e com administradores regionais e representantes de empresas do governo. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Esses temas foram debatidos na primeira reunião do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, com o secretário das Cidades, Marcos Dantas, após a criação da pasta, e com os administradores regionais e representantes de empresas do governo. O encontro ocorreu no Salão Nobre do Palácio do Buriti na tarde desta quinta-feira (29).

Rollemberg ressaltou que a secretaria deve ser usada como fonte de articulação entre administradores, autarquias, empresas públicas e companhias do governo de Brasília para uma melhor atuação no cotidiano dos cidadãos. “As administrações são os braços e pernas do governo, servem à população diretamente e dependem de ações de empresas públicas.”

"As administrações são os braços e pernas do governo, servem à população diretamente e dependem de ações de empresas públicas."Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Segundo o governador, os trabalhos de limpeza devem ser intensificados no fim do período de seca para prevenir os casos de dengue, febre chikungunya e zika vírus — doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Dantas também enfatizou o combate à dengue como um dos focos das ações da Secretaria das Cidades. “Com a nova pasta, deverá haver integração maior das administrações com as empresas públicas para atuar também no manejo ambiental”, adiantou. Novas reuniões estão marcadas para as próximas semanas para acompanhar o cumprimento das demandas e o planejamento das próximas ações.

"Com a nova pasta, deverá haver integração maior das administrações com as empresas públicas para atuar também no manejo ambiental."Marcos Dantas, secretário das Cidades

“Operações ambientais robustas, apoiadas e coordenadas pela secretaria, deverão resultar em ações preventivas para a época da chuva”, disse o subsecretário de Vigilância em Saúde, Tiago Coelho, da Secretaria de Saúde. Ele pediu às administrações o acompanhamento semanal dos casos de dengue dentro das regiões para identificar os criadouros.

O diretor-presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), Júlio Menegotto, reafirmou que a empresa pública atuará nas diversas regiões com trabalhos de limpeza de boca de lobo e plantio de gramados.

População terá mais contato com ações do governo

Durante a reunião, a colaboradora do governo de Brasília Márcia Rollemberg observou que as administrações têm contato maior com a sociedade, e isso facilita a participação dos cidadãos no governo. Ela reforçou o trabalho do programa Brasília Cidadã, que envolve ações populares como o Portal do Voluntariado, a Roda de Conversa, o Voz Ativa, audiências e consultas públicas e redes de ouvidoria.

Edição: Raquel Flores

Galeria de Fotos

Ações de manejo ambiental e limpeza urbana serão reforçadas com chegada das chuvas