14/10/16 19:48
Atualizado em 17/10/16 às 9:41

Educação abre concurso com 2,9 mil vagas

Serão contratados docentes, analistas, monitores e técnicos para suprir aposentadorias, mortes e demissões. Inscrição vai de 2 a 23 de dezembro, pelo site do Cespe/UnB

A Secretaria de Educação publicou nesta sexta-feira (14), na edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal, a abertura de concurso para contratar servidores. São 2,9 mil vagas: 2 mil para professores —  800 imediatas e 1,2 mil para cadastro reserva — e 900 para servidores em assistência à educação: 90 analistas, 250 monitores e 560 técnicos. Desse total, 530 candidatos ficarão para cadastro reserva.

concurso_professores_do-_df_2017_agenciabrasiliaCom o concurso, o governo abre 38 cargos: 26 para professores, 9 para analistas, 2 para técnicos e 1 para monitor (veja o edital). Segundo o secretário de Educação, Júlio Gregório Filho, as vagas eram de professores hoje com afastamento definitivo: “Elas suprem aposentados, docentes que morreram e demissões”. As vagas serão preenchidas em 2017, 2018 e 2019 e estavam previstas desde julho.

Para professores e analistas será exigido nível superior e para técnico e monitor, nível médio. Os salários vão de R$ 2.068,43 a R$ 5.237,13, a depender da vaga preenchida e da carga horária.  As inscrições são de 2 a 23 de dezembro e devem ser feitas pelo site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).

O valor da inscrição varia conforme o cargo e a jornada de trabalho. Para professores da educação básica com 20 horas semanais, custa R$ 55; àqueles com 40 horas semanais, R$ 90; para analistas com 40 horas semanais, R$ 85; para técnicos com 40 horas semanais, R$ 55; e para monitores com 30 horas semanais, R$ 50.

Concurso para professores da rede pública de ensino do DF

Inscrições de 2 a 23 de dezembro

Pelo site do Cespe/UnB

2,9 mil vagas

Acesse o edital

Edição: Raquel Flores