16/10/16 8:55
Atualizado em 12/9/17 às 16:23

Lobos, córregos e candangos inspiram nomes de cidades do DF

Antigas fazendas e personagens marcantes na história da região também estão na origem dos títulos dados aos núcleos urbanos da capital do País

O Distrito Federal tem 31 regiões administrativas e incontáveis histórias para a origem dos núcleos urbanos que o compõem.

Alguns nomes fazem referência ao passado, como os das antigas fazendas Sobradinho e Taguatinga. Outros representam o espírito desbravador de quem trabalhou para erguer a cidade, como Candangolândia e Núcleo Bandeirante.

Há também os que resumem, em uma palavra, o objetivo para o qual as regiões foram criadas. Assim, Ceilândia deriva da Campanha de Erradicação de Invasões (CEI).

A natureza foi a maior referência para os nomes das regiões administrativas, seja por causa da vegetação ou de alguma espécie endêmica. Guará, por exemplo, é uma alusão ao lobo do Cerrado, um dos símbolos do bioma.

A variedade de cursos d’água no território originou núcleos como Águas Claras, Santa Maria e Riacho Fundo. Samambaia remete, em duas instâncias, ao meio ambiente.

Foi assim chamada por estar próximo ao Córrego Samambaia, que recebe esse título em razão da quantidade dessa planta na área.

O nome Brasília (Brasil, em latim) foi uma sugestão do estadista José Bonifácio de Andrade e Silva, em 1823

O surgimento e a consolidação dos núcleos como regiões administrativas são condicionados à criação de Brasília.

Nascida como Plano Piloto — tratava-se de uma proposta inicial para a nova capital —, a ideia do urbanista Lucio Costa se mostrou a mais completa entre as apresentadas à comissão julgadora do concurso para escolha da nova capital federal.

Não à toa, as alterações solicitadas pela comissão julgadora foram pontuais, e o que se propunha no esboço tornou-se projeto pronto.

O nome Brasília remete a Brasil, em latim, e foi uma sugestão apresentada pelo estadista e diplomata José Bonifácio de Andrade e Silva, em 1823. Ele foi um dos primeiros a destacar a importância de transferir a capital para o interior do País.

Saiba de onde vêm os nomes de algumas cidades do Distrito Federal:

Edição: Vannildo Mendes