Fale com o Governo Ações em Destaques

13/1/17 às 15:34, Atualizado em 17/1/17 às 15:30

Aterro do Jóquei só será fechado após inauguração de centros de triagem

Essa foi a garantia dada pelo governador Rodrigo Rollemberg aos catadores recebidos no Palácio do Buriti na manhã desta sexta-feira (13). Unidades vão oferecer melhores condições de trabalho para a categoria

Larissa Sarmento, da Agência Brasília

O aterro controlado do Jóquei, na Estrutural, só será fechado após a inauguração dos sete centros de triagem de resíduos sólidos, que estão em processo de licitação. Foi o que assegurou o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, ao receber cerca de 300 catadores de material reciclável na manhã desta sexta-feira (13) no Palácio do Buriti.

O governador Rodrigo Rollemberg recebeu cerca de 300 catadores de material reciclável na manhã desta sexta-feira (13), no Palácio do Buriti
O governador Rodrigo Rollemberg recebeu cerca de 300 catadores de material reciclável na manhã desta sexta-feira (13) no Palácio do Buriti. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Segundo Rollemberg, a preocupação do governo é assegurar dignidade para os trabalhadores. “Só vamos fechar o lixão quando todos os centros de triagem estiverem funcionando plenamente com condições adequadas como higiene e segurança.”

Os centros, com obras previstas para começar em abril deste ano e terminar em 2018, serão ambientes fechados e terão a estrutura necessária para o trabalho de reciclagem, com esteiras, empilhadeiras e balanças. Todos os catadores vão usar equipamentos de proteção individual (EPIs). Das sete unidades, quatro pertencem ao Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e estarão localizados no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), no Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (SCIA), em Ceilândia e na Asa Sul. Outros três são da Secretaria do Meio Ambiente e ficarão em um imóvel cedido pela Secretaria de Patrimônio da União, vizinho à Estrutural. No local também será construído um centro de comercialização de materiais recicláveis.

Rollemberg disse ainda que os primeiros 900 aprovados no processo seletivo Programa Agentes de Cidadania Ambiental — Inclusão ao Mundo do Trabalho vão receber auxílio de R$ 300 por mês a partir de segunda-feira (16). “Em fevereiro, será encaminhado para a Câmara Legislativa o projeto de compensação financeira de R$ 360 para mais 1,2 mil catadores”, completou o chefe do Executivo.

Ana Claudia de Lima, que preside a Associação Ambiente, reforçou a preocupação dos trabalhadores. “O que nós estamos reivindicando hoje é que o catador tenha sustento para a família, somos a favor do fechamento do lixão, mas queremos o catador incluído nesse processo, por meio dos centros de triagem.” Ela fez parte do grupo que protestou, de forma pacífica, e foi recebido no Salão Branco do Palácio do Buriti.

Chamamento público para cadastro de cooperativas

O SLU divulgou hoje (13) o edital para seleção de cooperativas de catadores para a prestação de serviços públicos de recuperação de resíduos sólidos, compreendendo triagem, prensagem, enfardamento e comercialização. As associações interessadas em participar devem entregar proposta e documentação até 16 de abril deste ano na sede da autarquia, no Setor Comercial Sul, Quadra 8, Bloco B-50, Ed. Venâncio, 6º andar. O atendimento é das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas.

Edição: Marina Mercante

Últimas Notícias