15/3/17 14:25
Atualizado em 16/3/17 às 9:26

Governo leva infraestrutura a setor habitacional no Guará

Obras no Bernardo Sayão incluem instalação de redes de esgoto, drenagem pluvial e pavimentação asfáltica. Investimento é de R$ 56 milhões

Desde dezembro de 2016, o Setor Habitacional Bernardo Sayão, no Guará, recebe obras de infraestrutura. A Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos e a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb-DF) trabalham na região.

Obras no Bernardo Sayão incluem instalação de redes de esgoto, drenagem pluvial e pavimentação asfáltica
Obras no Bernardo Sayão incluem instalação de redes de esgoto, drenagem pluvial e pavimentação asfáltica. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Nesta semana, a Caesb está na fase de instalação de redes coletoras de esgotos no Lote 4. A secretaria cuida da drenagem pluvial e da pavimentação asfáltica. De acordo com o projeto, serão cerca de 32,3 quilômetros de drenagem e 46,8 quilômetros de pavimentação, com calçadas e meios-fios.

O investimento é de R$ 56 milhões, com recursos provenientes da Caixa Econômica Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento para pavimentação e qualificação de vias. O governo de Brasília entra com 5% desse valor como contrapartida.

De acordo com a secretaria, os serviços de sua responsabilidade, iniciados em 6 de dezembro, estão previstos para seguir até o primeiro semestre de 2018. A projeção inicial indicava a conclusão no segundo semestre deste ano.

A prorrogação ocorreu pela necessidade de aguardar a judicialização — pelas empresas licitantes — do processo das obras de esgotamento sanitário, sob responsabilidade da Caesb. Foram executados 5% da drenagem do Lote 4.

Andamento das obras de infraestrutura no Bernardo Sayão

De acordo com informações da secretaria, considerando o grau de urbanização já existente em Bernardo Sayão e para minimizar os transtornos aos moradores da região, é necessário que as benfeitorias sigam uma ordem de execução.

O esgotamento é instalado imediatamente após as obras de drenagem. Posteriormente, ocorrem os serviços para pavimentação.

A Caesb prevê a finalização de sua atuação dentro dos próximos dois anos. Estima-se que cerca de 12 mil moradores serão beneficiados com as melhorias direcionadas para o Bernardo Sayão.

As diretrizes que definem a organização urbanística do setor habitacional no Guará foram aprovadas pelo Conselho de Planejamento Territorial e Urbano (Conplan). As obras de urbanização são mais um passo para avançar no processo de regularização fundiária do local.

Edição: Paula Oliveira

Galeria de Fotos

Governo leva infraestrutura a setor habitacional no Guará