30/10/17 19:10
Atualizado em 30/10/17 às 19:10

PecBrasília 2017 movimentou R$ 2,5 milhões em negócios

Mostra pecuária reuniu 150 criadores na Granja do Torto, de 26 a 29 de outubro, quando foram expostos 1,5 mil animais

Os cinco dias da PecBrasília 2017 — 3ª Mostra Tecnológica da Pecuária do Distrito Federal e da Região Integrada de Desenvolvimento do DF e Entorno (Ride) — movimentaram quase R$ 2,5 milhões em negócios.

De quarta-feira (25) a domingo (29), foram reunidos 150 criadores no Parque de Exposições Agropecuárias Granja do Torto e expostos 1,5 mil animais de segmentos como bovinocultura de leite e de corte, equideocultura (equinos, asnos e muares) e ovinocultura.

Nos leilões de animais, negociou-se cerca de R$ 1 milhão; na venda de veículos e equipamentos, movimentaram-se R$ 650 mil; e, em financiamentos, R$ 854 mil. Além disso, criou-se uma estimativa de transações comerciais futuras na marca de R$ 600 mil.

R$ 1 milhãoValor aproximado de negócios com leilões de animais na PecBrasília 2017

Para o secretário da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, Argileu Martins, a mostra foi um sucesso, pois conseguiu atrair público especializado e 11 secretários de Estado para a reunião do Conselho Nacional dos Secretários de Estado de Agricultura.

“Mobilizamos em pouco tempo vários estados para estarem aqui e tratarmos de assuntos pertinentes ao setor. A Pec simboliza a presença do Estado na medida certa”, frisou.

O fim de semana foi marcado por competições entre animais de raça e palestras de representantes da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Destinada a fomentar o desenvolvimento do setor, a PecBrasília é uma iniciativa da Associação dos Criadores de Zebu do Planalto e conta com diversos apoiadores, a exemplo da Secretaria da Agricultura, entre outros órgãos do governo de Brasília.