21/12/17 16:45
Atualizado em 1/3/18 às 17:49

Políticas do DF voltadas aos jovens ganham reforço com parceria internacional

Acordo foi assinado pelo governo de Brasília, pelas Nações Unidas e pela Agência Brasileira de Cooperação

A Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude assinou o primeiro acordo de cooperação internacional da história do órgão.

Com vigência de dois anos, o documento firma parceria com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) para fortalecer as políticas públicas voltadas à adolescência e juventude do Distrito Federal.

O acordo, assinado nessa quarta (21), tem como público-alvo, entre outros, adolescentes atendidos pelo sistema socioeducativo, pelos centros de juventude e por programas como o Jovem Candango.

Uma das frentes de trabalho será a elaboração de conteúdos de programas e iniciativas voltados para os jovens.

Outro eixo prevê técnicas de abordagem dos adolescentes atendidos pelo sistema socioeducativo e das respectivas famílias, com ênfase nos marcos legais e de direitos humanos.

A parceria também pretende trabalhar a metodologia de participação de adolescentes no âmbito do Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente do DF.

Ainda estão previstas ações em temas como:

  • Formação inicial em direitos humanos
  • Saúde e habilidades para a vida
  • Saúde sexual e reprodutiva
  • Equidade de gênero e raça
  • Resolução de conflitos
  • Prevenção da violência de gênero e sexual
  • Prevenção da gravidez não planejada na adolescência

“Essa parceria vai nos proporcionar metodologias mais atuais para entender e chegar ao jovem com aquilo de que ele precisa, além de todo um monitoramento dos resultados”, diz o secretário de Políticas para Crianças, Aurélio Araújo. As ações fazem parte do programa de governo Criança Candanga.