19/2/18 21:51
Atualizado em 19/2/18 às 21:51

Prazo de propostas para o viaduto que desabou é prorrogado

Adiamento ocorreu para garantir que solução apresentada considere questões sociais, econômicas e ambientais

Para garantir que a solução para a estrutura do viaduto do Eixo Rodoviário de Brasília (Eixão) seja a melhor em termos sociais, econômicos e ambientais, a comissão técnica formada pelo governo de Brasília prorrogou por 20 dias o prazo de entrega de proposta final.

Reunião do comitê que avalia soluções para o viaduto do Eixo Rodoviário de Brasília
Reunião do comitê que avalia soluções para o viaduto do Eixo Rodoviário de Brasília ocorreu hoje, no Palácio do Buriti. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

A data de entrega da proposta se encerraria nesta segunda-feira (19). Coordenador do comitê, o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, explicou que o adiamento é necessário para a conclusão do trabalho.

“A coleta dos materiais para análise subsidiará o trabalho do professor Bruno [Contarini, engenheiro calculista da obra original] para trazer três alternativas viáveis para o viaduto em dez dias. Vamos fazer um levantamento de preço para cada uma e bater o martelo”, detalhou Sampaio.

Contarini fará duas propostas de reforma da estrutura atual e uma para o caso de demolição e construção total do viaduto.

Sampaio considerou a prorrogação viável porque já foram apresentadas soluções viárias para fechamento da via no ponto onde houve o desabamento em 6 de fevereiro.

Galeria de Fotos

Reunião do comitê que avalia soluções para o viaduto do Eixo Rodoviário de Brasília