16/4/18 18:26
Atualizado em 17/4/18 às 10:24

Concurso de revitalização da orla do Lago Paranoá tem 22 propostas

Comissão julgadora dos projetos urbanísticos para uso do espaço esteve com o governador Rodrigo Rollemberg nesta segunda (16)

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, recebeu a comissão julgadora do concurso do plano urbanístico de ocupação — Masterplan — da orla do Lago Paranoá no Palácio do Buriti na tarde desta segunda-feira (16).

Comissão julgadora do concurso de revitalização da orla do Paranoá reuniu-se com o governador Rollemberg nesta segunda-feira (16).
Comissão julgadora do concurso de revitalização da orla do Paranoá reuniu-se com o governador Rollemberg nesta segunda-feira (16). Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

“O desafio é equilibrar o espaço para que ofereça lazer e esporte e respeite o meio ambiente. A ocupação deve ser inteligente para que seja irreversível, e a orla continue livre”, disse o governador.

Os jurados foram apresentados a Rollemberg pelo secretário de Gestão do Território e Habitação, Thiago de Andrade. “Eles vão julgar 22 projetos homologados e sigilosos. Quando estiverem analisando, não terão como saber quem são os autores de cada um.”

Composta por sete titulares e três suplentes com alto grau de conhecimento nas áreas exigidas pela competição, a comissão decidirá qual proposta sugere o melhor uso de 38 dos 109 quilômetros de perímetro do Lago Paranoá.

O resultado do concurso será divulgado no sábado, 21 de abril, aniversário de Brasília. O julgamento começa nesta terça (17) e vai até sexta-feira (20).

Os cinco melhores trabalhos serão escolhidos e classificados por ordem de mérito. Esses passarão pela fase de habilitação, e a equipe mais bem colocada entre as habilitadas sairá vencedora.

De acordo com o edital, o valor do contrato está estimado em R$ 2,5 milhões.

As sugestões dos brasilienses, por meio de enquete e consulta pública do Plano Orla Livre, foram consideradas na elaboração do concurso.

Comissão julgadora do Masterplan

Titulares

Ângelo Bucci (São Paulo)
Formado pela FAU-USP em 1987, obteve os títulos de doutor e mestre pela mesma faculdade, onde também é professor de projetos desde 2001

Briane Bicca (Porto Alegre)
Arquiteta e urbanista pela UFRGS (1969), especialista em planejamento do desenvolvimento, doutora pela Universidade de Ciências Sociais de Grenoble

Jeanitto Gentinilli (Brasília)
Arquiteto urbanista pela Universidade Gama Filho (RJ, 1981) e diretor-executivo do Jardim Botânico de Brasília (2007-2017)

Marcus Vinícius Batista de Sousa (Brasília)
Engenheiro ambiental pela Universidade Católica de Brasília, especialista em construções sustentáveis e membro do Conselho de Meio Ambiente do DF

Nivaldo Andrade (Bahia)
Arquiteto e urbanista, mestre e doutor em arquitetura e urbanismo pela Universidade Federal da Bahia, onde é professor da Faculdade de Arquitetura 

Nonato Veloso (Brasília)
Arquiteto pela Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais (1974) e doutor pela Universidade de Brasília (2014)

Paulo Henrique Paranhos (Brasília)
Formado pela Universidade de Brasília (1982) e ex-presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil – Distrito Federal (2011-2014)

Suplentes

1º) arquiteta Lúcia Helena Ferreira Moura (Brasília)

2º) arquiteta Tereza da Costa Ferreira Lodder (Brasília)

3º) arquiteto Pedro Braga Netto (Brasília)

Galeria de Fotos

Concurso de revitalização da orla do Lago Paranoá recebe 22 projetos