21/4/18 10:30
Atualizado em 21/4/18 às 22:31

Parte do Eixo W Sul ficará interditada a partir de segunda (23)

Apenas uma faixa será interrompida inicialmente na altura da 110/111 Sul. A intervenção é necessária para a continuidade das obras da passagem subterrânea da Estação de metrô 110 Sul

Parte do Eixo W Sul, na altura da 110/111, será interditada a partir desta segunda-feira (23). A intervenção é necessária para a continuidade das obras da passagem subterrânea da Estação 110 Sul do metrô.

A empresa responsável precisará retirar o asfalto para fixar as colunas de sustentação no solo. Até 29 de junho, serão quatro interdições parciais no trecho.

A diretora-técnica da Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF), Daniela Diniz, explica que o método adotado é o invertido, técnica para execução de obras subterrâneas que permite o avanço das escavações sem a interdição total das faixas do Eixo W.

“O Metrô pretende causar o menor impacto possível à população evitando que os veículos fiquem impedidos de passar pela região enquanto durar a escavação do túnel.”

As obras Estação 110 Sul foram iniciadas e paralisadas na década de 1990. O governo de Brasília conseguiu financiamento de R$ 18.447.187,10 para concluí-las. Aproximadamente 2,5 mil pessoas serão beneficiadas com a abertura da estação.

Manutenção da Ponte das Garças continua neste fim de semana

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) interditará a Ponte das Garças neste fim de semana (21 e 22) das 7 às 20 horas. As duas faixas da ponte sentido Lago Sul e as duas faixas sentido Plano Piloto ficarão fechadas para o trânsito.

A Novacap dará continuidade ao serviço de concretagem da laje do canteiro central, entre os dois tabuleiros da ponte, e à substituição do guarda-corpo (sentido Lago Sul).

O trabalho de manutenção da Ponte das Garças começou em 10 de março, com a limpeza do sistema de drenos, da galeria de águas pluviais e a recuperação do asfalto.

A interdição do trânsito neste fim de semana visa garantir a segurança dos trabalhadores.

Outras intervenções de manutenção ainda vão ser feitas no local ao longo das próximas semanas. Para o serviço, serão utilizados dois caminhões, máquinas e vans para transporte dos trabalhadores.