22/2/19 16:22
Atualizado em 12/7/19 às 16:48

SOS DF revitaliza praças em Samambaia Sul

Moradores comemoram bons resultados da ação, que conta com a participação de internos do sistema penitenciário

Economia e ressocialização andam de mãos dadas nos trabalhos de recuperação de praças públicas feitos pelo SOS DF. Na Quadra 523 de Samambaia Sul, os moradores se mostraram satisfeitos com a iniciativa.  No local, onde até então havia muito mato e sujeira, crianças e jovens podem agora brincar e praticar atividades esportivas.

Foram cinco dias de muito trabalho, período agilizado graças à ajuda de 35 detentos. A ação faz parte de uma parceria entre o Governo do Distrito Federal (GDF), a Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap)/Secretaria de Justiça do DF, administrações regionais, Subsecretaria do Sistema Penitenciário, Novacap e Corpo de Bombeiros.

O pedreiro Joemerson Alves dos Santos Castro, 27 anos, pai de uma menina de 7, era um dos moradores a comemorar os resultados do SOS DF em sua quadra. “O espaço ficou muito bom para as crianças brincarem”, destaca. “Elas precisam de diversão, e agora a possuem na porta de casa”. A filha, Emilly Vitória, endossa o entusiasmo do pai: “Gosto muito de brincar e agora tenho onde”.  A aposentada Maria de Lourdes Pereira, 63, lembra que a situação era precária antes da chegada das equipes, e agora pode contar com outro panorama. “Ficou ótimo, a população está satisfeita”, resume.

A diretora-executiva da Funap, Deuzelita Pereira Martins, explica que o objetivo desse trabalho é, além de entregar as revitalizações de uma forma ágil, ajudar na socialização dos presos com vistas ao retorno à sociedade. “Eles aprendem também a importância do respeito com o patrimônio público”, diz.

O convênio gera ainda uma economia de 85% aos cofres públicos. Segundo Deuselita, a reforma da praça de Samambaia, orçada em cerca de R$ 85 mil, pôde ser executada por R$ 7 mil, com os trabalhos de cooperação. Os empresários da região doaram materiais, como tinta e alambrado. A próxima praça a ser revitalizada fica na QNO 4/6, de Ceilândia. São Sebastião também será contemplada com a ação.

Reforço

Os detentos são um reforço para o time do SOS DF e atuam por meio do programa Mãos Dadas. O gerente de administração penitenciária Willian Pereira Monteiro informa que o interno não é recompensado financeiramente pelo trabalho. “Ele ganha o benefício da redução de sua condenação”, explica. “A cada três dias trabalhados, o detento tem um dia a menos de prisão.” O  serviço é permitido pelo artigo 126 da Lei de Execução Penal (LEP).

Galeria de Fotos

Revitalização do parquinho da quadra 523 (Samambaia)