25/2/19 12:36
Atualizado em 25/2/19 às 12:36

Sejus lança campanha de Carnaval “Respeito à Cidadania”

Ações visam o enfrentamento e prevenção ao combate ao racismo, à LGBTfobia e à exploração sexual infantil, além da proteção às pessoas com deficiência e ao uso de drogas

Começa nesta segunda-feira (25) a campanha digital de conscientização sobre os direitos humanos promovida pela Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus-DF). Com o lema “Respeito à Cidadania”, as ações visam o enfrentamento e prevenção ao uso de drogas, combate ao racismo, à LGBTfobia e à exploração sexual infantil, além da proteção às pessoas com deficiência, durante o Carnaval deste ano.

Por meio das subsecretarias da Criança e do Adolescente, de Enfrentamento às Drogas, de Direitos Humanos e do Na Hora, a campanha digital envolve a divulgação de cards e vídeos pelas redes sociais com essas temáticas e estará no ar a partir deste segunda.

A Sejus vai colocar à disposição gratuitamente carteirinhas de identificação infantil em todas as unidades do Na Hora, a partir desta segunda, das 7h30 às 18h. A ação ocorrerá até sexta-feira (1º/3) em parceria com a Polícia Militar do DF (PMDF).

Prevenção
Para o secretário da Sejus, Gustavo Rocha, as iniciativas preventivas são voltadas para a garantia e o respeito aos direitos humanos e são importantes neste período de grande concentração de pessoas. Em eventos de grande porte, como é o caso do Carnaval, justifica, cabe à Sejus oferecer apoio para que esses direitos sejam preservados.

“Nesses tempos de intolerância e de acirramento da violência, é fundamental a existência de campanhas de esclarecimento, que atentem para esses direitos e promovam a proteção das pessoas mais vulneráveis”, afirma.

Nesta quarta (27), também serão realizadas ações voltadas às crianças e adolescentes, com identificação infantil, conscientização sobre os riscos do uso de drogas e teatro educativo na sede do Na Hora da Rodoviária do Plano de Piloto.

Bottons
Os bottons com os lemas da campanha serão distribuídos à população em uma ação no próximo dia 4 de março, no Setor Bancário Sul (SBS), onde se concentrará o Galinho de Brasília, a partir de uma tenda montada no local, das 12h às 15h30.

Nos cards e bottons, estarão destacados, também, os telefones para denúncias e reclamações. Pelo número 156, geral da Sejus, pode-se saber os horários de ônibus (tecle 4), violência contra a mulher (tecle 6)denúncias de racismo (tecle 7), disque idoso (tecle 8). Através do 162, telefone da Ouvidoria, pode-se fazer sugestões, críticas e reclamações.

São parceiros nesta realização as secretarias de Cultura, de Segurança Pública e de Educação, os Conselhos Tutelares, a Polícia Militar do Distrito Federal e o Metrô. Os Conselhos Tutelares estarão de plantão neste período de folia nos sete postos do Na Hora.

*Com informações da Sejus