5/7/19 15:29
Atualizado em 5/7/19 às 15:29

No turismo, acordos com empresas aéreas marcam a gestão

Setor, estratégico para a capital, festejou o esquema de stopover com a TAP e a e revitalização de três CATs

Para movimentar o segmento turístico da capital da República, o governador Ibaneis Rocha tem feito papel de embaixador: ele conversa frequentemente com embaixadores de vários países e com profissionais do trade. A ideia é projetar a cidade no exterior, trazendo turistas e, assim, fomentando a economia.

Uma das primeiras iniciativas nesse sentido foi a assinatura, em abril, do acordo de stopover com a empresa de aviação portuguesa TAP. A parceria amplia o conceito de ponte-área, permitindo que passageiros visitem duas cidades em um só voo, sem custo adicional.

“Vamos levar a experiência de visitar uma cidade monumento, que é patrimônio cultural da Unesco para os europeus. Haverá um impacto instantâneo na economia na cidade que se renova, que recebe grandes eventos e que está cada vez mais modernizada”, afirmou o governador, na época, em coletiva após assinatura do acordo.

Até o final de 2019, Brasília receberá quatros novos voos internacionais diretos: Cancún (México), Santiago (Chile), Assunção (Paraguai) e Lima (Peru).  O que permite isso? O incentivo fiscal com a redução da taxação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do querosene de aviação.

 

Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília
Monumento Dois Candangos, na Praça dos Três Poderes: acordo com a TAP trará mais 20 mil à capital


Outra iniciativa importante para fortalecer a área foi a reabertura e a revitalização, no mês do aniversário de Brasília, abril, de três Centro de Atendimento ao Turista (CATs), localizados em pontos estratégicos da cidade: a Casa de Chá da Praça dos Três Poderes, além de dois espaços do gênero localizado nos setores hoteleiros Sul e Norte. 

Espaços resgatados em parceria com o BRB, segundo a secretária Vanessa Mendonça, irá dar a assistência devida aos turistas e moradores do DF. “Os CATs serão espaços multifuncionais que vão refletir a identidade da cidade, a alegria dos brasilienses, a efervescência de tudo o que somos e produzimos”, destacou a gestora.

O resgate do turismo cívico, durante o hasteamento da bandeira, encontro realizado todo primeiro do mês, foi uma das novidades apresentadas pela Secretaria de Turismo nessa gestão. 

Apresentada durante as comemorações do aniversário da cidade, a ação objetivou turbinar a festa com uma série de atrações extras de caráter patriótico, fazendo aumentar o fluxo de gente no local, além de despertar no morador da cidade e no turista, o espírito de dever com a pátria.