9/7/19 17:44
Atualizado em 9/7/19 às 19:33

Seminário Internacional de Dança de Brasília homenageia Claudio Santoro

No centenário de nascimento do maestro, melhor coreografia produzida com música dele será premiada

A 29ª edição do Seminário Internacional de Dança de Brasília será dedicada ao centenário de nascimento do maestro Claudio Santoro – e vai premiar a melhor coreografia sobre a música do fundador da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional em 1979. O evento vai até 21 de julho.

Concebido pela viúva do maestro Gisèle Santoro, o seminário é apoiado desde 1991 pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF, que cede gratuitamente os espaços para a realização das atividades. O evento é realizado pela Associação Cultural Claudio Santoro em parceria com embaixadas e instituições culturais nacionais e internacionais, abarcando os setores público e privado.

“Como viúva de Santoro, quero que ele e sua obra sejam lembrados de modo especial no centenário de seu nascimento. Como representante da dança, tenho orgulho e prazer de ver sua música dançada. E como artista e brasileira, quero contribuir para a divulgação da importante obra musical de um grande homem”, celebra Gisèle.

O Seminário programou a exibição do filme Santoro, o homem e sua música (2015), de Johnny Szerman, no Cine Brasília, durante o evento. A ideia é que os participantes possam conhecer melhor o trabalho do maestro. A sessão será no dia 20 de julho, um sábado, às 10h.

Referência cultural

Com participantes do país e do exterior e incluído no calendário oficial de eventos do DF, o encontro, segundo Gisèle, já é referência na área cultural. O seminário convida nomes internacionais da dança, oferece cursos em disciplinas práticas e teóricas de dança, circo, teatro e condicionamento físico.

O evento organiza uma companhia profissional temporária, selecionada em audição por banca internacional, com bailarinos nacionais e estrangeiros. Como contrapartida, a iniciativa realiza espetáculos gratuitos no Plano Piloto e em regiões administrativas do DF e em outros centros do país.

Outro objetivo do Seminário é promover um concurso nacional em uma etapa e um certame internacional em três, em várias categorias (solo, duo, trio e grupo), modalidades e estilos, para diversas faixas etárias e níveis de conhecimento, incluindo portadores de necessidades especiais. 

Ainda entram no programa conferências, palestras, debates, lançamentos de livros, exposições e exibições de fotos, filmes e vídeos.

Bolsas e contratos

O Seminário oferece bolsas de estudo, estágios e contratos para instituições de ensino e universidades na Europa, América do Norte, Austrália e China. 

Gisèle Santoro informa que, nas 28 edições, o Seminário concedeu prêmios que somam cerca de R$ 1,4 milhão. 

Para 2019, além de Prêmios previstos no valor de até R$ 20 mil, serão oferecidas 10 bolsas de estudo, estágios e contratos. 

Bolsistas selecionados poderão eventualmente receber uma passagem internacional e ajuda de custo mensal para sua manutenção no exterior.