18/7/19 20:11
Atualizado em 18/7/19 às 20:27

Governador se reúne com presidente da Junta Comercial do DF e discute primeiras ações

Ibaneis Rocha e Walid de Melo têm a expectativa de que a desfederalização da Jucis-DF facilite a abertura de empresas e incentive o empreendedorismo

Foto: P H. Carvalho/Agência Brasília

Para discutir as primeiras ações da Junta Comercial, Industrial e de Serviços do Distrito Federal (Jucis-DF), o governador Ibaneis Rocha recebeu nesta quinta-feira (18) o presidente do órgão, Walid de Melo. Durante o encontro, que contou com a presença do secretário da Casa Civil, Valdetário Monteiro, o presidente destacou a importância da Jucis-DF ter sido incorporada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e o empenho do governo no fomento da economia da capital.  

“Foi um marco histórico. Por determinação do governador Ibaneis, não vamos medir esforços para ajudar na geração de emprego e fazer com que a Junta [Comercial] vá de encontro com as necessidades de empresários e contadores da cidade”, disse o presidente do Jucis-DF, Walid de Melo. Ainda segundo o responsável pelo órgão, a intenção é fazer com que a Junta Comercial se torne digital para facilitar o acesso dos usuários sem a necessidade de deslocamento. 

A Jucis-DF passou a integrar a estrutura administrativa do GDF no início deste mês. As despesas do órgão, de acordo com a Lei distrital nº 6315, serão custeadas pela Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão (SEFP).

O fim da gestão federalizada é uma reivindicação antiga do setor empresarial, já que o DF era a única unidade da Federação que não possuía a sua própria junta. Com a mudança, é esperada a facilitação na abertura de empresas e maior incentivo ao empreendedorismo.