10/9/19 11:20
Atualizado em 10/9/19 às 14:53

Novos conselheiros do CNJ tomam posse

Governador Ibaneis Rocha acompanhou a admissão do desembargador federal Rubens de Mendonça Canuto Neto e da juíza federal Candice Lavocat Galvão Jobim

Governador Ibaneis Rocha participa de posse de dois novos conselheiros no CNJ. Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, prestigiou a posse dos novos conselheiros do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o desembargador federal Rubens de Mendonça Canuto Neto e a juíza federal Candice Lavocat Galvão Jobim, nesta terça-feira (10), no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Tanto Rubens de Mendonça Canuto Neto como Candice Lavocat Galvão Jobim foram indicados pelo STJ. Eles vão ocupar as duas vagas reservadas à Justiça Federal no Conselho. Rubens Canuto ficará com a vaga da desembargadora do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (SP e MS), Daldice Santana. No CNJ, Candice Galvão ocupará a vaga aberta com o fim do segundo mandato do juiz federal Tribunal Regional Federal da 2ª Região (RJ e ES), Fernando Mattos. Candice é irmã da procuradora-geral do DF, Ludmila Lavocat Galvão, presente ao evento.

Assim como Ludmila Galvão, a cerimônia de posse dos novos conselheiros do CNJ foi prestigiada pelo secretário da Casa Civil, Valdetário Monteiro.

Decreto
Os dois novos conselheiros tiveram os nomes aprovados pelo Plenário do Senado Federal em 10 de julho. Ambos foram nomeados por decreto presidencial de 8 de agosto.

O CNJ é uma instituição pública que trabalha para aperfeiçoar o sistema judiciário brasileiro, principalmente no tocante ao controle e à transparência administrativa e processual. Assim, cabe ao CNJ desenvolver políticas judiciárias que unam o Poder e promovam a efetividade. O Conselho Nacional de Justiça é presidido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal. Atualmente, o cargo é exercido pelo ministro Dias Toffoli.