23/9/19 15:41
Atualizado em 23/9/19 às 15:42

Interligação de acervo on-line eleva número de usuários em biblioteca de Sobradinho II

Iniciativa das pastas de Cultura e de Educação mostra resultados

| Foto: Divulgação / Biblioteca de Sobradinho II

A Biblioteca Pública de Sobradinho II tem vivido uma revolução silenciosa, desde julho, com a entrada no Sistema Interligado de Bibliotecas Públicas e Escolares, iniciativa conjunta das secretarias de Cultura e Economia Criativa (Secec) e de Educação.

A presença mensal de usuários saltou de 380, em abril, para 673 pessoas em julho, com ativação do ar-condicionado. E chegou a quase mil no mês passado, a partir da interligação do acervo local de 6 mil obras com outras 26 bibliotecas on-line. Na opinião da bibliotecária responsável pelo equipamento, Suzanne Rodrigues, explicam esse crescimento a combinação entre a possibilidade de pesquisa de outros acervos e o conforto climático, no interior da biblioteca, em pleno período de seca no Planalto Central.

Sobradinho II é prova de como uma biblioteca pode suscitar boas práticas quando une o poder público ao desejo de capacitação da comunidade. Ar-condicionado e seis terminais de computador – que, em breve, receberão reforço de outros dez –, com internet rápida, são frutos de doações de empresas da cidade. A reforma do sistema elétrico e a construção de um novo módulo com 60 metros quadrados, o que permite expandir acervo e baias de estudo, ficam a cargo da administração regional.

“Esse espaço é o símbolo de nossa gestão”, afirma o servidor da região administrativa, Alexandre Yanez.

Usuários testemunham as possibilidades que o catálogo on-line abrem. Formada em Comunicação Organizacional, Beatriz Castro Avelar, 26 anos, utiliza o espaço para estudar para concurso. Ela conseguiu uma obra sobre literatura e afrodescendência ao pesquisar no novo sistema integrado.

Na mesma trilha, o pedagogo Rafael Rodrigues, 25 anos, descobriu que um título que procurava, Direito Administrativo Descomplicado, estava à disposição na Biblioteca Comunitária Escolar Monteiro Lobato. Graças ao novo sistema, Rafael conseguiu que Sobradinho II fizesse o empréstimo por meio catálogo compartilhado pelas duas unidades.

| Foto: Divulgação / Biblioteca de Sobradinho II

“Bibliotecas no século XXI têm de operar em rede”, afirma o subsecretário de Patrimônio Cultural da Secec, Cristian Brayner, lembrando que o software neozelandês Koha, utilizado na gestão on-line dos acervos, permite identificar áreas de concentração de temas e lacunas importantes, o que facilita na decisão de que obras comprar para torná-lo mais completo.

Sobre a interligação de todas as 700 bibliotecas do DF – entre públicas, escolares, comunitárias e salas de leitura –, o prognóstico é de que isso já seja possível em 2022.

A Biblioteca Pública de Sobradinho II funciona sete dias por semana. De segunda a sexta de 8h às 22h e aos finais de semana, das 8h às 18h. Tem gibiteca com mil exemplares e acervos infantil e infanto-juvenil que somam outros 1.200 mil, aproximadamente. Essas são as obras mais emprestadas, informa Suzanne.

“Os pais trazem os filhos e sabem que aqui estarão bem. Somos uma espécie de segunda casa deles”, diz ela, com olhar de satisfação.

Serviço:

Biblioteca Pública de Sobradinho II

AR 13 Conjunto 16 Lote 3

CEP 73062- 316

Para pesquisa do acervo: http://sobradinhoii.df.gov.br/

* Com informações da Biblioteca Pública de Sobradinho II