27/9/19 16:54
Atualizado em 27/9/19 às 16:54

Unidades de saúde terão manutenção intensificada para enfrentar chuvas

Objetivo é dar celeridade à troca de telhas, limpeza de calhas e retirada de infiltrações

Com o início do período chuvoso, a manutenção predial de emergência, realizada nas unidades públicas de saúde do Distrito Federal, será intensificada para evitar problemas como infiltrações e acúmulo de água, que servem de berço aos focos do mosquito Aedes aegypti. O planejamento das ações foi detalhado nesta sexta-feira (27), em reunião entre gestores da Secretaria de Saúde e representantes das 11 empresas responsáveis pelos serviços.

“O objetivo é imprimir celeridade à manutenção predial, principalmente dos telhados e da parte elétrica dos hospitais para que as chuvas não comprometam o funcionamento regular das unidades”, informou o secretário-adjunto de Gestão em Saúde, Antony Couto.

As empresas vão destacar equipes para intensificar a limpeza das calhas, a troca de telhas quebradas, a reparação de qualquer tipo de infiltração ou rachadura nas estruturas e solucionar demais percalços provocados por chuvas intensas.

Manutenção
Durante a vigência do contrato de manutenção predial emergencial, a Secretaria de Saúde iniciou o processo licitatório para começar intervenções regulares em todas as unidades de saúde da rede pública.

“A previsão é de que o processo regular finalize em dezembro. Hoje, existe o emergencial, mas a ideia é dar continuidade aos serviços de manutenção predial, ou seja, sair do emergencial e iniciar o regular, com a contratualização das empresas”, informou Antony Couto.

*Com informações da Secretaria de Saúde