25/10/19 15:02
Atualizado em 25/10/19 às 16:16

Programa atende reivindicações dos moradores do Núcleo Bandeirante

Construção de calçadas, revitalização de paradas de ônibus e outras ações melhoram o dia a dia da comunidade

Equipes do GDF Presente também revitalizaram paradas de ônibus no Núcleo Bandeirante. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

O GDF Presente solidifica cada vez mais a sua marca como um programa que atende às reivindicações da comunidade. A intenção da ação é a execução de serviços que fazem uma grande diferença no dia a dia de que quem vive ou frequenta as localidades. Antes de iniciar os serviços, por exemplo, as equipes realizam um plano de ação – que irá definir o trabalho a ser realizado.

No Núcleo Bandeirante, questões aguardadas há anos pelos mais de 20 mil moradores já foram atendidas. A equipe do GDF Presente, por exemplo, construiu, recentemente, uma calçada ao lado da 11ª Delegacia de Polícia, na Terceira Avenida. A população já sente as mudanças. “Agora, temos segurança para passar por aqui. Não temos mais que caminhar no meio da rua”, observa a autônoma Natália Oliveira, 35 anos.

A revitalização das faixas de pedestre também é uma prioridade para o GDF Presente. A lavradora Isaurilene Cardoso, 27 anos, sabe bem da importância das faixas. “O trânsito aqui, às vezes, é muito intenso. E com as faixas de pedestre podemos atravessar a rua com segurança”, agradece.

Não somente o centro da antiga Cidade Livre foi presenteado com os serviços, mas, também, outras áreas do Núcleo Bandeirante, como Vila Cauhy, Metropolitana e Vila Divinéia. A recuperação das paradas de ônibus foi outro ponto solicitado pelos moradores. Os ferros descascados e com pintura desbotada darão lugar a uma tinta fresquinha.

Iniciativa
Quem precisa do abrigo para se proteger da chuva e do sol enquanto espera o transporte coletivo ficou feliz com a ação. “Foi uma iniciativa muito boa. É horrível ficarmos em um local quando eles estão com o estado de conservação ruim. Um ambiente limpo e novo é bem mais agradável”, confessa a operadora de caixa Daiane Gonçalves, 26 anos, que aguardava o ônibus com o marido e filho enquanto conversava com a equipe da Agência Brasília.

E os serviços não pararam por aí: a limpeza de bocas de lobo, a Operação Tapa-Buracos, roçagem, capina, reparos de calçadas, pinturas e recuperação de meios-fios, além de fresagem no asfalto (trechos deteriorados são removidos e colocada uma camada nova de asfalto).

O administrador regional do Núcleo Bandeirante, Adalberto Carvalho, diz que a ação tem chegado em pontos que estavam abandonados pelo Estado há muito tempo. “É um trabalho excelente que vem para entender os problemas de cada região e resolvê-los. Une forças de Governo para atender as regiões, resolvendo os problemas de forma mais rápida e eficiente”, explica.

As próximas ações do GDF Presente na região estão previstas para os dias 7 a 13 de novembro.

História
A Novacap iniciou a construção, no final de 1956, das principais avenidas do Núcleo Bandeirante, mais tarde conhecido como Cidade Livre, uma das primeiras ocupações dos candangos na região. O local em que foi implantada a região administrativa pertencia às fazendas goianas Bananal, Vicente Pires e Gama. A região foi fixada por meio da Lei nº 4.020, de 20/06/61, do Congresso Nacional, no governo João Goulart.

A infraestrutura da cidade foi sendo implantada ao longo da década de 1960, momento em que as edificações de madeira vão sendo substituídas, aos poucos, por edificações de alvenaria. Compõem o Núcleo Bandeirante os seguintes setores: Núcleo Bandeirante Tradicional, Metropolitana, Setor de Mansões Park Way, Setor Industrial Bernardo Sayão, Setor de Postos e Motéis Sul (Epia), Setor de Postos e Motéis Sul (Rodovia Brasília/Anápolis- EPNB), Setor Placa da Mercedes, Área de Desenvolvimento Econômico, Núcleos Rurais Vargem Bonita e Córrego da Onça, Colônias Agrícolas NB1, NB 2, Coqueiros, Arniqueira (parte) e Bernardo Sayão.

Os principais pontos turísticos do Núcleo Bandeirante são a Casa do Pioneiro, a estação ferroviária Bernardo Sayão, a Paróquia Dom Bosco e o Museu Vivo da Memória Candanga.

Galeria de Fotos

GDF Presente Núcleo Bandeirante