29/10/19 9:01
Atualizado em 29/10/19 às 9:29

Oito mil servidores receberão pecúnias atrasadas

Valores serão pagos em até 36 meses. Quem optar por ter os recursos de uma só vez, basta recorrer a uma linha de crédito especial do BRB

O governador Ibaneis Rocha assina logo mais, às 10h, decreto para regularizar o pagamento de R$ 704 milhões devidos a cerca de 8 mil servidores locais. Segundo o documento, os valores serão pagos em até 36 meses, com a primeira parcela – de, no mínimo, R$ 2 mil – já depositada em novembro. 

Outra boa notícia é que quem optar por receber os valores integralmente vai poder contar uma linha de crédito diferenciada do Banco de Brasília (BRB). A taxa de juros praticada será de 1,65% – segundo o banco, a menor do mercado, mais baixa que o do crédito consignado, que hoje é de 1,85%.

O BRB está pronto para antecipar o valor para todos os servidores que desejarem – e já a partir da próxima segunda-feira (4). “Nesta data, já estará disponível pelo aplicativo de celular. O servidor poderá consultar e contratar a antecipação por telefone com seu gerente ou na agência”, informam os técnicos da instituição de crédito.

A contratação direta pelo aplicativo apenas estará disponível no dia 15 de novembro, quando também será disponibilizado um simulador de valores das parcelas no site da instituição financeira.