31/10/19 14:28
Atualizado em 31/10/19 às 14:28

Publicadas regras da primeira edição do Prêmio em Direitos Humanos do DF

Objetivo é identificar, reconhecer e divulgar boas práticas adotadas por pessoas físicas e instituições na área

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus-DF) publicou, nesta quarta-feira (30), no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o regulamento da primeira edição do Prêmio em Direitos Humanos do Distrito Federal, que foi criado para identificar, reconhecer e divulgar boas práticas adotadas por pessoas físicas e instituições nesta área. A previsão é que a solenidade de entrega da honraria ocorra no próximo dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. A premiação, que consiste na concessão de certificado e uma obra de arte, será entregue bienalmente, em anos ímpares. 

“Conseguimos trazer para o DF uma iniciativa que já existe em nível nacional. Nosso objetivo é estimular ainda mais o desenvolvimento de ações e projetos locais voltados aos grupos mais vulneráveis da nossa sociedade”, explicou o secretário de Justiça e Cidadania, Gustavo Rocha, presidente da comissão organizadora e julgadora da premiação, composta ainda por outros integrantes da Sejus. 

Critérios
Poderão concorrer ao prêmio pessoas físicas ou jurídicas que forem indicadas e respectivamente habilitadas pela comissão organizadora e julgadora. Os critérios para a avaliação e seleção dos indicados incluem histórico de atuação; importância e relevância social do trabalho; criatividade e originalidade das ações, projetos, programas; envolvimento da sociedade civil; inovação metodológica; e relação direta com temas de direitos humanos. 

A relação completa das entidades e personalidades habilitadas será publicada no DODF ou disponibilizada no site da Secretaria de Justiça e Cidadania do DF.

*Com informações da Secretaria de Justiça