4/11/19 14:18
Atualizado em 4/11/19 às 14:18

Estudantes do DF participam de avaliação internacional

Estudo da Unesco é realizado em 18 países da América Latina e Caribe

Mais de dez mil estudantes de 293 escolas públicas e privadas brasileiras irão participar da quarta edição do Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Erce), de 5 a 19 de novembro. No Distrito Federal, as provas serão realizadas nesta semana. Por ter caráter amostral, os nomes dos estabelecimentos de ensino participantes não são divulgados pelos organizadores.

Estudantes do 4º ano farão provas de leitura, escrita e matemática. Os do 7º ano farão as mesmas provas e, também, o teste de ciências. Todos os participantes ainda responderão a questionários de contexto, que têm por objetivo conhecer os fatores associados que afetam a aprendizagem.

Qualidade
O Erce é promovido pelo Laboratório Latino-Americano de Avaliação da Qualidade da Educação (LLECE), da Oficina Regional da Unesco para a América Latina e o Caribe (Orealc/Unesco). No Brasil, o órgão responsável pela aplicação é o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O estudo tem a finalidade de medir a qualidade da educação no Ensino Fundamental na América Latina e Caribe e, desta forma, contribuir para a tomada de decisões em políticas educacionais. Neste ano, as provas vêm acontecendo desde maio. Participam, ao todo, 18 países. Além do Brasil, as provas são realizadas na Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai.

Realizado desde 1997, o estudo vai mudando o nome conforme o número da edição. Os anteriores foram Perce, Serce e Terce.

Acesse no site do Inep os relatórios das edições anteriores, disponíveis somente em espanhol.

*Com informações da Secretaria de Educação