25/11/19 18:12
Atualizado em 26/11/19 às 10:47

Praça dos Direitos atenderá adolescentes em ressocialização

O espaço atenderá 210 adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, com serviços nas áreas de psicologia, pedagogia e assistência social

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) inaugurou, nesta segunda-feira (25), a Gerência de Atendimento em Meio Aberto (Geama) na Praça dos Direitos, em Ceilândia Norte.

O espaço atenderá 210 adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, com serviços nas áreas de psicologia, pedagogia e assistência social, de segunda a sexta, das 7 às 19 horas.

Também serão elaborados projetos de lazer, esporte e cultura para que os adolescentes possam utilizar toda a estrutura do local, que conta com quadra poliesportiva coberta, área de exercícios e alongamento, pista de skate, campo de futebol society e teatro de arena com palco.

Na solenidade de inauguração, o subsecretário do Sistema Socioeducativo da Sejus, Demontiê Alves, destacou a importância da utilização da Praça dos Direitos na ressocialização dos adolescentes. “Precisávamos de um espaço novo. Com apenas 11 meses de governo, conseguimos um local para fazermos os atendimentos e ainda oferecermos torneios de esporte e atividades culturais, algo muito perto do que a legislação preconiza”, ressaltou.

Demontiê lembrou ainda que o secretário de Justiça e Cidadania, Gustavo Rocha, colocou como prioridade a oferta de estrutura adequada de atendimento aos adolescentes em conflito com a lei e de trabalho aos servidores dessa área.

Com essa entrega, o Distrito Federal passa a contar com 15 Geamas. A nova unidade tem 19 profissionais entre assistentes sociais, psicólogos, pedagogos e agentes sociais. A equipe também faz visitas domiciliares aos adolescentes atendidos para o acompanhamento da rotina escolar e familiar, além de encaminhá-los para estágios, serviços de saúde e de assistência social.

Segundo a juíza titular da Vara de Execuções de Medidas Socioeducativas, Lavínia Tupy, “este espaço será utilizado para colocar em prática tudo o que a socioeducação prevê”. E completou: “Quando o adolescente encontra um espaço que sente como dele começa a ter outras possibilidades e a sonhar”. 

Praça dos Direitos 

A nova estrutura foi entregue a população de Ceilândia no dia 19 de outubro, durante a 8ª edição do programa Sejus Mais Perto do Cidadão. Após anos de abandono e de utilização dessa área como ponto de tráfico de drogas, as ruínas na QNN 13 deram lugar a um espaço integrado para receber cursos e atividades de esporte, lazer e cultura.

“Esse espaço é coordenado pela Sejus, mas conta com a parceria de outras secretarias para funcionar. Aos poucos estamos conseguindo ocupá-lo com atividades”, afirmou o subsecretário de Políticas de Direitos Humanos e de Igualdade Racial, Juvenal Araújo.

Desde que começou a funcionar, já está disponível para a comunidade aulas de dança e basquete, oferecidas por professores voluntários. Quem quiser utilizar a estrutura, como o campo de futebol society, precisa apenas fazer o agendamento com a equipe que trabalha no local.

* Com informações da Secretaria de Justiça e Cidadania