10/12/19 17:52
Atualizado em 10/12/19 às 17:57

Nova via de acesso facilita chegada ao Museu do Catetinho

Com a obra, o acesso ao museu será feito pelo Brasília Country Club, de maneira rápida e segura.

Chegar ao Museu do Catetinho ficou mais fácil com a nova via de acesso ao local inaugurada nesta terça-feira (10). A intervenção é parte de uma série de investimentos do Governo do Distrito Federal na valorização de equipamentos culturais, monumentos tombados e pontos turísticos e vai trazer mais visitantes e turistas ao local.

Melhorar o acesso ao Palácio de Tábuas, como é conhecido o Catetinho, é uma demanda antiga de toda a comunidade que acessa o local no sentido Norte-Sul da Epia, que tinha que fazer o retorno no viaduto de Santa Maria – trajeto de mais de cinco quilômetros. Com a obra, o acesso ao museu será feito pelo Brasília Country Club, de maneira rápida e segura.

O presidente da Novacap Cândido Teles, reforçou que a conclusão da via de acesso contou com o esforço do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Secretaria de Obras e Administração Regional do Park Way.

O diretor do DER, Fauzi Nacfur resumiu a entrega no Museu do Catetinho em duas palavras: “parceria e integração”, que, segundo ele, são essenciais para as grandes entregas que o GDF tem feito.

“Nosso governo tem sido pautado pela manutenção. Brasília está fazendo 60 anos, e é preciso rever todos os seus monumentos para chegar aos próximos 60 anos de forma sustentável”, disse ao agradecer, ainda ao apoio do presidente do Brasília Country Clube, Carlos Henrique de Paula.

Segundo o secretário de Cultura e Economia Criativa Adão Cândido, responsável pelo espaço, esta é uma intervenção pequena, mas que tem um enorme impacto em toda a atividade cultural e turística do Distrito Federal, uma vez que vai proporcionar a ida de mais pessoas ao Museu do Catetinho, um dos locais mais importantes da capital.

Ele explica que o espírito da gestão é de cuidado e conservação para colocar o patrimônio tombado como algo a ser reverenciado.

Ele pontuou a relevância das intervenções no Museu do Catetinho, que em julho passou por um amplo processo de restauro. “Brasília é uma cidade jovem, mas com uma história que começou aqui neste Palácio de Tábuas, que tem uma importância simbólica, não só por seu autor, o arquiteto Oscar Niemeyer, mas também pelo seu papel na construção de Brasília”.

Museu Casa Velha

O novo acesso ao Catetinho pelo Brasília Country Club atende duas demandas da comunidade: diminuir a distância para chegar até o museu e possibilitar a integração entre o Museu do Catetinho e o Museu Casa Velha, obra original com mais de 150 anos que recebeu o presidente Juscelino Kubitschek em 1956.

O local, situado dentro do clube, abriga um acervo de fotos da construção da capital, além de objetos e mobiliários de época.

Artani Grangeiro, gerente do Museu do Catetinho, explica que com o novo acesso, será possível ampliar a experiência dos visitantes e turistas num percurso, histórico e integrativo, que remeta ao período da construção da Nova Capital (1956-1960), época em que o Catetinho funcionou como residência provisória do presidente JK.

“A abertura do novo acesso é uma realização, fruto de muito esforço da nossa gestão, e por isso estamos tão felizes. Agora, poderemos propiciar a quem nos visita uma experiência enriquecedora da história da construção da nossa capital Brasília”, comemora.

* Com informações da Secretaria Cultura e Economia Criativa