CEB
16/12/19 10:36
Atualizado em 16/12/19 às 12:07

Dívidas com a CEB? Prazo para negociação vai até dia 31

Usuários interessados em regularizar débitos acumulados até 2018 devem procurar os postos do Na Hora ou da companhia

Débitos com abastecimento energético podem ser quitados em condições especiais somente até o dia 31 deste mês | Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

O tempo para adesão ao programa de recuperação de créditos da CEB – Recupera – está se encerrando. As condições especiais de negociação para quem tem débitos com a companhia acumulados até o ano de 2018 estão vigentes até o dia 31 deste mês.

Do lançamento do programa até 30 de novembro, a CEB atendeu 17 mil pessoas, negociou R$ 84,5 milhões e arrecadou, entre entradas e pagamentos à vista, R$ 18,3 milhões.

A expectativa da companhia é que a população aproveite o pagamento do 13º salário e os últimos lotes de restituição do Imposto de Renda para quitar os débitos de energia elétrica. Essas inadimplências atingem cerca de 240 mil pessoas, quase 25% dos consumidores do Distrito Federal.

Sobre o programa

Quem também ainda quiser negociar os débitos com a CEB – que poderá ser pago à vista ou com entrada de 20%, podendo o restante ser dividido em até 60 vezes – deve procurar os postos do Na Hora ou qualquer agência de atendimento da companhia.

Para os clientes que optarem por parcelar a dívida, estão previstas taxas de financiamento de acordo com a quantidade de parcelas negociadas. Até cinco parcelas iguais, não haverá taxas. Já para parcelas divididas em maiores quantidades, são os seguintes os índices de financiamento:

  • Até 12 parcelas – índice de financiamento de 0,5% ao mês;
  • Até 24 parcelas – índice de financiamento de 0,68%;
  • Até 36 parcelas – índice de financiamento de 0,99%;
  • Até 60 parcelas –  índice de financiamento de 1,50%.

Para parcelamento sem entrada, ou com entrada inferior a 20%, será exigido avalista.

* Com informações da CEB