21/12/19 8:00
Atualizado em 21/12/19 às 8:00

Menos um lixão clandestino em Samambaia

GDF Presente leva quadra de futebol de areia e voleibol para os moradores

| Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

O GDF Presente realizou, por meio do Polo Oeste do programa, mais uma importante intervenção no combate aos lixões clandestinos de Samambaia. Trata-se de uma área que era utilizada para descarte irregular de lixos e tinha virado foco de invasões, mas que agora ganha novo aspecto com campo para futebol de areia e voleibol.

O espaço fica localizado na Quadra 608. Tem 6 mil metros quadrados e foi isolado por pneus para evitar o acesso de carros e carroceiros, que despejavam lixo no local. O resultado será a entrega de um ambiente digno para a população e, ao mesmo tempo, uma forma de inibir de vez o descarte inadequado de rejeitos.

O administrador de Samambaia, Gustavo Aires, fala sobre a satisfação em atender o pedido dos moradores. “Há muito tempo eles queriam isso. Esse lixão está aqui há muitos anos, causando muitos transtornos para todo mundo”, conta.

Esse não é o primeiro espaço revitalizado pelo GDF Presente em Samambaia. No mês de novembro os moradores da Quadra 406 também receberam uma nova área de lazer em sua comunidade.

| Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Todo o trabalho foi realizado pelo maquinário do GDF Presente, em parceria com a Administração Regional de Samambaia, que forneceu a areia para o campo de esportes. Isso quer dizer que os custos são mínimos diante do benefício para a população.

Moradora de Samambaia há 14 anos, Celeste Gomes afirma que agora se sente mais segura em sua quadra, com a presença do governo. “Incomodava bastante, juntava bichos e pessoas mal-intencionadas. Creio que vai ficar bom com essa melhoria que estão fazendo. Espero que as pessoas respeitem e não joguem mais lixo”, diz Celeste, aos 70 de idade.

O trabalho não para por aí. Ainda de acordo com Gustavo Aires, o programa vai continuar com tudo em 2020. “Nós vamos extinguir muitos lixões e transformá-los em equipamento público de esporte e lazer. Essa é a nossa meta”, completa o administrador.