21/12/19 14:04
Atualizado em 21/12/19 às 15:29

Estrutural e Sol Nascente/Pôr do Sol aprovam o cardápio

Ação do GDF que leva cozinheiros famosos aos restaurantes comunitários agradou a população 

Cabeça de fila: Noeli Jaime foi a primeira a ser servida Estrutural | Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Às 6h45 o chef Francisco Ansiliero chegou ao Restaurante Comunitário da Estrutural. Neste sábado (21), ele, 12 cozinheiros e o governador Ibaneis Rocha prepararam uma ceia de Natal nos 14 restaurantes comunitários do Distrito Federal. A refeição, vendida a R$ 1, faz parte do Nosso Natal, ação do GDF para tornar especial a data festiva de milhares de famílias que vivem nas regiões administrativas.

“A ideia é que a comunidade conheça outros sabores porque eles têm o costume de comer pouco sal, pouca gordura, por exemplo. Na semana passada fizemos uma refeição piloto para que a equipe que está aqui diariamente aprovasse”, explica Francisco.

No cardápio, pernil e frango assado com um molho delicioso com salsão, alho poró, erva doce, cebola, farofa; salada com repolho roxo, tomate e manga; manjar de coco com calda de ameixa e suco de abacaxi com hortelã, tudo preparado pelas mãos de Francisco e equipe.

O chef, que frequenta o restaurante desde a semana passada, elogiou a cozinha do restaurante, a limpeza do local e o carinho com que os funcionários tratam o pessoal. Ressaltou que também é comum o número de famílias que às vezes compra apenas um prato para todos os membros e que por isso o restaurante era de grande importância para a população. “R$ 1 é muito importante aqui. Vimos uma mãe comprar apenas uma refeição para ela e os dois filhos. Ela só tinha R$ 1”, disse emocionado.

Natural de Videira (SC) e de ascendência italiana, Francisco é autodidata. Ainda menino cozinhava para a família. Há 31 anos está à frente da grife Dom Francisco, que contempla uma gastronomia variada, com pratos clássicos como a picanha com farofa de ovos, o bacalhau na brasa e o tambaqui. Ele também é incentivador da agricultura familiar e pesquisador dos produtos locais, os quais utiliza na criação de alguns pratos da casa.

| Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Noeli Jaime, 69 anos, chegou às 10h para garantir a ceia. Ela recebeu o prato das mãos do chef e aprovou a refeição. “O chefe caprichou. Estou muito feliz, pois essa ação combina com o fim de ano. Como aqui com frequência e adorei essa comida diferente”, comemorou.

Mas não é só do lado de dentro do restaurante que o GDF fez questão de proporcionar um fim de ano especial para a população. Na parte de fora, a comunidade local contou com serviços do Detran, da Emater, da Secretaria de Saúde, corte de cabelo e de atendimento jurídico. A criançada se divertiu com pula-pula, piscina de bolinha e algodão doce.

Luzineide Souza, 29 anos, trouxe as duas filhas para aproveitar o dia. Ela, que adora a feijoada das sextas-feiras, ficou na expectativa da ceia e depois aprovou o cardápio. 

Sol Nascente/Pôr do Sol 

A recém-criada região administrativa, Sol Nascente/Pôr do Sol, também ganhou uma linda ceia de natal neste sábado. Paulo Roberto Cabral, 50 anos, é um frequentador assíduo do restaurante e elogiou a comida da chef Di Oliveira. 

“O tempero estava diferente e ainda mais gostoso. A sobremesa estava uma delícia. Eu adorei tudo”, disse o morador do local há 12 anos. Ele também aproveitou as outras ações que estavam acontecendo do lado de fora do restaurante. 

Di de Oliveira usou sua paixão pelo Brasil, por suas tradições, cultura e gastronomia para preparar uma deliciosa ceia de Natal. Segundo a chef, a cozinha sempre foi uma paixão, explorando os ingredientes nacionais com técnicas contemporâneas. Assim, tomou a decisão de abrir seu restaurante, o Brasis, ao qual se refere como ateliê gastronômico.    

 A cozinheira disse que apostou no alho e ervas. “Pernil, frutas e farofa não podem faltar na ceia do Natal. Conseguimos fazer uma rabanada também. A comida une as pessoas e trás uma memória afetiva. Quando você come qualquer coisa resgata lembranças. O Natal é isso”. 

O secretário de Atendimento à Comunidade, Severino Cajazeiras, serviu a população e agradeceu o envolvimento de todos os órgãos do governo que fizeram o evento acontecer. “Vi nos olhos de cada um a felicidade de sentir a presença do Estado. Com essas ações eles sabem que não são invisíveis, que têm valor e que fazem o Distrito Federal ser tão importante”, comentou. 

Goudim Carneiro ressaltou a importância do evento para a população local. “O que está acontecendo aqui é uma valorização desse povo. Isso levanta a autoestima do pessoal, faz com que eles acreditem que é possível ter uma vida melhor. O governador Ibaneis está dando a oportunidade que muitos não tiveram”.