21/1/20 17:12
Atualizado em 21/1/20 às 22:01

Começa a regularização de lotes em Arapoanga

Quatro quadras já foram regularizadas por decreto do governador Ibaneis Rocha, beneficiando cerca de 10 mil pessoas

Cerca de 10 mil pessoas já foram beneficiadas em Arapoanga | Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

A técnica de enfermagem Ieda Cordeiro da Silva sonhou por 21 anos com a possibilidade de ter uma escritura do único patrimônio, que adquiriu: um lote na Quadra 3B, conjunto D do Condomínio Arapoanga, em Planaltina. Em novembro passado, decreto do governador Ibaneis Rocha deu o ponta pé inicial para conquista do desejo dela. Agora, Ieda se tornou a primeira moradora da região a ter em mãos o documento definitivo de posse do terreno.

“É muita alegria ter o documento da minha casa própria. Isto aqui é a herança para meus filhos, né?”, comenta a dona de casa. Ieda disse que há muitos anos a promessa de regularização do local circula entre os moradores. “Escutamos muita gente dizendo que iria acontecer. Foram mais de 20 anos e nada. Só agora, conseguimos”, lembra. “Chorei muito no dia em que vi a escritura nas minhas mãos. Vocês não imaginam a importância disto pra mim!”.

Ela disse que muitos vizinhos ainda estão desconfiados e duvidam que a regularização dos terrenos está tão próxima. “Isso é coisa de longas datas e muitas promessas, por isto, muitas pessoas estão duvidando. Mas eu sou a prova viva de que agora é real”, completa.

O lote dela foi contemplado junto com outros 1.221 das quadras 5 e 6, cuja regularização urbanística foi decretada pelo governo no final do ano passado. Ontem (20), mais um decreto foi sancionado: beneficiando as quadras 3 e 4, beneficiando mais 828 lotes. Somados, até o momento, cerca de 10 mil pessoas já foram beneficiadas.

Nos últimos dias, outros locais também tiveram o processo de regularização iniciado, entre eles o Condomínio Belvedere Green, no Jardim Botânico; e a Estância Del Rey, no Setor Habitacional Tororó.

Esperança

Presidente da Associação de Feirantes de Arapoanga, Antônio Arlindo Oliveira comemora processo de regularização de lotes: “Com a escritura, vamos poder sonhar mais longe” | Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

A notícia se espalhou pela cidade, que acredita que a legalização vai facilitar obras de infraestrutura e a chegada de novos equipamentos e serviços públicos. “A esperança voltou. Somos 106 famílias de feirantes ansiosas para que a regularização traga também mais investimentos e melhorias todos nós”, afirma o presidente da Associação de Feirantes de Arapoanga (AFA), Antônio Arlindo Oliveira.

Morador da quadra 7-G, uma das áreas regularizadas pelo decreto desta segunda-feira (20), Antônio Arlindo disse estar agradecido pelo empenho do governo com todo o condomínio. “Agora podemos resolver muita coisa por aqui. Com a escritura, vamos poder sonhar mais longe, quem sabe até pegar um empréstimo no banco para fazer a reforma de casa”, planeja.

História

O condomínio Arapoanga está localizado em Planaltina, Região Administrativa VI do Distrito Federal. Propriedade particular, a área começou a ser ocupada de maneira irregular a partir de 1992. Naquela época, os proprietários das terras parcelaram os espaços e começaram a comercializar os lotes, sem aprovação de projetos urbanísticos nem emissão de licença ambiental.

A comunidade cresceu e hoje abriga pouco mais de 60 mil pessoas. O projeto de regularização fundiária tramita no governo local desde 2000.

Galeria de Fotos

Lotes em Arapoanga começam a ser escriturados