3/2/20 13:05
Atualizado em 3/2/20 às 14:17

Após 10 anos, estádio Serejão passa por reformas  

Foram feitos reparos no gramado, nos alambrados, banheiros e vestiários 

Serejão é reformado depois de dez anos | Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Há cerca de 10 anos sem receber reformas, o estádio Elmo Serejo Farias, mais conhecido como Serejão, passou por reparos este mês para receber o Campeonato Brasiliense de Futebol, o Candangão. Foram feitas melhorias no gramado, nos alambrados, nos banheiros e vestiários. A restauração, feita pela Administração Regional de Taguatinga, também prevê a pintura da área externa do local, com direito aos desenhos coloridos do grafiteiro Fernando Cordeiro, que é servidor da administração

O gerente do Serejão, Daniel Leite, ressalta que a reforma mantém o estádio ativo, recebendo campeonatos locais. “A cidade precisa desse tipo de atividade. É uma forma de entretenimento para a população, além de ser uma forma de fomentar o esporte na capital”, destaca. Ainda de acordo com Leite, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) deve fazer a poda da vegetação do local.

É uma forma de entretenimento para a população, além de ser uma forma de fomentar o esporte na capital”, diz o gerente do Serejão, Daniel Leite | Foto: Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Frequentador do estádio há 10 anos, Vilmones Silva, 32 anos, percebeu as melhorias feitas pelo governo local. “Estava muito abandonado e agora eu notei que está diferente. Eu gosto muito de futebol e sempre acompanho os campeonatos com os meus amigos. Quando nos deparamos com o lugar arrumado ficamos felizes”, comenta o empresário. 

Morador de Brazlândia, Vilmones lembra que um dos problemas que a administração enfrenta é a presença dos moradores de rua, que usam os arredores do local como moradia e às vezes até colocam fogo em áreas externas do Serejão. Responsável pelo lugar, Leite reforça que o DF Legal e a Polícia Militar do DF planejam ações para realocar essas pessoas para abrigos.   

Pavimentação 

Na última sexta-feira (31), o Brasília Ambiental concedeu a licença para a pavimentação e construção do viaduto na Avenida Elmo Serejo. A autorização do instituto tem validade de dez anos. A Licença Ambiental Simplificada (LAS) permite a construção de obra de arte especial interligando a Via M1 à Elmo Serejo, com a seguinte especificação: seção do tabuleiro, totalizando 12 metros contemplando, duas faixas de tráfego, sem canteiro central, uma passagem para pedestres e uma ciclovia. Num extensão total de 316 metros e largura de 12 metros. 

Galeria de Fotos

Após 10 anos estádio Serejão passa por reformas.