6/2/20 21:20
Atualizado em 6/2/20 às 21:20

Acessos a escolas rurais são recuperados no Gama

Esforço da administração regional nivela estrada que dá acesso ao Centro de Ensino Fundamental Ponte Alta (Cefpan) quatro dias antes do início das aulas

Linha de transporte escolar busca crianças e percorre, diariamente, cerca de 2,5 km | Foto: Administração Regional do Gama / Divulgação

A menos de uma semana para o início do ano letivo, as estradas que dão acesso às escolas rurais do Gama passam por recuperação. A ação, geralmente já executada pelo GDF Presente, foi intensificada para garantir tranquilidade aos estudantes da cidade. Nesta quinta-feira (6), máquinas nivelaram a pista da DF 475, que leva ao Centro de Ensino Fundamental Ponte Alta Norte (Cefpan).

A escola tem 310 alunos matriculados, entre o 1º e 9º anos. São as turmas iniciais, com crianças moradoras de área rural que nunca tinham entrado em uma sala de aula. Uma linha de transporte escolar busca os meninos e meninas e percorre, diariamente, a estrada de cerca de 2,5 quilômetros. O esforço na região garantiu a cobertura dos buracos.

Diretor do colégio, Thiago Ferreira conta que, pelas características da pista, teve que socorrer os estudantes várias vezes no ano passado. Em época de chuvas, quando o ônibus escolar atola, é preciso solicitar apoio de outro veículo, que tem que entrar de ré, já que não há como manobrar naquela estrada rural.

Do ano passado para cá, 180 quilômetros de estradas rurais receberam reparos na cidade | Foto: Administração Regional do Gama / Divulgação

“É toda uma dificuldade para nossos alunos. As crianças descem para fazer a baldeação, sujam os pés, os ônibus. É todo um esforço para conseguir chegar à escola, estudar e voltar para casa”, diz. Por isso, o diretor celebra a intervenção na semana que antecede o ano letivo, para evitar transtornos.

“Estamos executando esse trabalho de patrolamento durante todo ano todo, de forma ininterrupta. Agora, em especial com o início das aulas, intensificamos os caminhos das escolas da área rural”, explica o administrador do Gama, Elias de Jesus. A ideia, diz “é reformar e dar condições para as crianças chegarem à aula”.

O serviço faz parte do GDF Presente, em parceria com a Administração Regional do Gama, que mapeia dificuldades de tráfego dos ônibus escolares, e a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). Na sexta-feira (31), um trecho crítico da vicinal 351, que dá acesso à estrada, também recebeu reparos pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Desde o ano passado, 180 quilômetros de estradas rurais receberam reparos na cidade.

* Com informações da Administração Regional do Gama